UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RAFAEL CHIARADIA ALMEIDA
28/06/2019 10:48


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAFAEL CHIARADIA ALMEIDA
DATA: 16/07/2019
HORA: 16:00
LOCAL: PROPADM, SALA 47
TÍTULO: INTERNET DAS COISAS E AS AGTECHS NO BRASIL
PALAVRAS-CHAVES: Empreendedorismo Digital; Startup; Agtechs; INTERNET DAS COISAS; Agronegócio no Brasil.
PÁGINAS: 41
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração de Empresas
ESPECIALIDADE: Negócios Internacionais
RESUMO:

A Internet e as tecnologias relacionadas com a informação e comunicação (TICs) estão transformando a economia em todo mundo. Dentre estas tecnologias, destaca-se a Internet das Coisas (Internet of Things – IOT), que engloba uma rede de máquinas e dispositivos capazes de interagir entre si e vem sendo objeto de diversos estudos recentes. Estima-se que a sua evolução irá causar um impacto comparado com aquele que teve a Internet na década de 1990 e a computação em nuvem alguns anos atrás. No âmbito do agronegócio, a IoT pode contribuir com uma agricultura mais precisa, otimizando o uso de recursos como fertilizantes e água, aumentando a produtividade e diminuindo o tempo gasto pelos produtores no cultivo. Embora o Brasil possua fortes e significativas vantagens competitivas no agronegócio, ele ainda possui desafios a enfrentar, e a IoT é uma grande oportunidade para que o país consolide sua liderança mundial. Em um estudo realizado em janeiro de 2018 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), foram definidos 8 eixos onde a aplicação da IoT seria importante para o país atingir seu objetivo de se tornar o maior exportador de soluções de IoT para a agropecuária tropical. No entanto, para que as startups do agronegócio, as Agtechs, consigam desenvolver aplicações que estejam alinhadas a esse plano nacional, diversos desafios e barreiras precisam ser superadas nas camadas que compõem a arquitetura de IoT. Diante deste ambiente desafiador, este trabalho visa analisar como se encontra o cenário brasileiro de IoT no âmbito do agronegócio, representado pelas Agtechs. Para isso, primeiramente foram mapeadas as Agtechs brasileiras que possuem produtos e/ou serviços de IoT desenvolvidos, chegando-se ao número final de 22 startups. Em seguida será feita uma análise documental nos sites destas empresas para se obter informações que auxiliem a responder o problema de pesquisa. Depois, por meio de um estudo de caso múltiplos, 10 empresas serão entrevistadas utilizando-se um roteiro semiestruturado. E, por fim, será feita uma visita presencial em, pelo menos, 5 das Agtechs entrevistadas, para se fazer uma observação direta e agregar mais valor às informações obtidas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1541859 - IRACEMA MACHADO DE ARAGAO GOMES
Externo ao Programa - 1166728 - JOSE RICARDO DE SANTANA
Interno - 277760 - MONICA CRISTINA ROVARIS MACHADO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307