UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 28 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: CARLA ROCHA SÃO MATEUS
17/05/2019 13:44


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLA ROCHA SÃO MATEUS
DATA: 29/05/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 26 do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
TÍTULO: RASPADOR DE POLIETILENO TEREFTALATO: PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS E REDUÇÃO IMEDIATA DE COMPOSTOS SULFURADOS VOLÁTEIS - estudo clínico controlado, randomizado e cruzado
PALAVRAS-CHAVES: halitose, polietilenotereftalatos, percepção, compostos de enxofre
PÁGINAS: 58
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Clínica Odontológica
RESUMO:

O objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito imediato de um raspador lingual de polietileno tereftalato (PET) nos níveis de compostos sulfurados voláteis (CSVs) orais e a percepção de eficiência e conforto quando utilizado pelo usuário, em comparação a um modelo já comercializado (COM). Este foi um estudo clínico, controlado, randomizado e cruzado. Dos 63 voluntários, 40 atenderam os critérios de inclusão e exclusão e foram divididos aleatoriamente em duas sequências: PET-COM ou COM-PET. Na consulta inicial, o profissional mediu os CSVs em partes por bilhão (ppb) usando o Halimeter® e forneceu orientações para uso caseiro do raspador. Após 7 dias, a mensuração de CSVs foi realizada antes (T0) e após (T1) remoção da saburra lingual feita pelo usuário, que a partir da Escala Visual Analógica (EVA) respondeu às questões relativas a sua percepção para: facilidade de utilização, conforto, capacidade de limpar e reflexo de náusea. Em seguida, o voluntário recebeu o segundo modelo de raspador com orientações para uso em casa por mais 7 dias para novo exame. Todos os indivíduos (18- 74 anos) concluíram a pesquisa. Os dados obtidos em ppb na consulta inicial foram submetidos ao teste de Mann-Whitney (α=0,05) para verificar a semelhança entre as sequências, enquanto os dados em ppb das demais consultas foram submetidos ao teste de Wilcoxon (α=0,05) para análise intra-grupos; estes dados foram transformados em percentuais de redução e submetidos ao teste t-pareado para análise entre grupos (α=0,05). Dados em centímetros da EVA para cada questão foram submetidos ao teste de Wilcoxon (α=0,05). Houve semelhança entre as sequêncas para leitura inicial de CSVs (P>0,05). Houve redução significante de CSVs após remoção da saburra com raspador comercial (P<0,001) e com o PET (P<0,001); o PET (41±16%) foi semelhante ao comercial (41±15%) (P=0,3868). Houve semelhança entre os raspadores para as questões conforto (P=0,5965), capacidade de limpar (P=0,9880) e reflexo de náusea (P=0,2024), com diferença significante apenas para a questão facilidade de utilização (P=0,0151), favorecendo o COM. Concluiu-se que o raspador PET foi semelhante ao COM na redução imediata dos níveis de CSVs orais e na percepção do usuário para conforto, capacidade de limpeza e reflexo de náusea; porém, o raspador COM foi superior ao PET no quesito facilidade de utilização.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1975423 - MONICA BARBOSA LEAL MACEDO
Externo à Instituição - PAULO ALMEIDA JUNIOR
Interno - 3006739 - REGIANE CRISTINA DO AMARAL

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12762-01b8f192c5