UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANTONIO JOSE SILVA DOS SANTOS
15/04/2019 14:56


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANTONIO JOSE SILVA DOS SANTOS
DATA: 25/04/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Sala 27 do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
TÍTULO: Efeito ansiolítico da associação entre a Valeriana officinalis L. e Humulus lupulus L. no controle da ansiedade em pacientes submetidos à exodontias.
PALAVRAS-CHAVES: Valeriana Officinalis L.; Humulus Lupulus L.; ansiedade, cirurgia oral.
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

Introdução: A ansiedade é um dos componentes do estresse do paciente no consultório odontológico e é reconhecido como um dos principais fatores que afetam negativamente o tratamento. Embora sejam bastante usados para a sedação consciente, os benzodiazepínicos apresentam efeitos colaterais. Objetivo: avaliar a eficácia do efeito ansiolítico da associação da Valeriana officinalis L. (Valeriana) com Humulus Lupulus L. (Lúpulo) para o controle da ansiedade durante exodontia de terceiros molares inferiores. Materiais e métodos: tratou-se de um ensaio clínico, randomizado, controlado, duplo-cego, splith-mouth, cruzado, envolvendo uma amostra de 43 voluntários, após diagnóstico e indicação para exodontia bilateral dos terceiros molares mandibulares inclusos, assintomáticos e em posições e dificuldades cirúrgicas similares. Uma dose oral única de Valeriana e Lúpulo (250 mg e 120 mg, respectivamente) ou placebo (amido) foi administrada de forma aleatória e cruzada, 1h antes de cada procedimento cirúrgico. O nível de ansiedade foi avaliado por parâmetros fisiológicos, como frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) e teor de saturação de oxigênio (SpO2), em três fases distintas: Fase I (basal); Fase II (dia da intervenção) e Fase III (consulta de retorno). Resultados: Para avaliar os valores pressóricos no decorrer da cirurgia, utilizou-se o teste two-way ANOVA com correlação Holm-Sidak para a PAS e PAD e para FC e SpO2 sem a correlação. Houve diferenças estaticamente significantes entre as terapêuticas no que tange a PAS (p<0.05) e PAD (p<0.05), em todos momentos da cirurgia. Quanto a FC só houve diferença estatística significante no momento da incisão (p=0.0361); remoção do dente (p=0,0002) e sutura (p=0.0164). Não houve diferenças estatisticamente significantes (p>0.05) entre os protocolos em nenhum dos períodos para saturação de oxigênio. O fitoterápico gerou menor (teste Exato de Fisher) grau de ansiedade na opinião do pesquisador (p<0.0001), operador (p<0.0001) e do próprio paciente (p<0.0001) Não existiram relatos de amnésia retrógrada. E ainda 19 pacientes (51,4%) relataram relaxamento muscular póscirúrgico após o uso do fitoterápico. Conclusão: A associação da Valeriana com Lúpulo promove redução dos níveis pressóricos, dos níveis de ansiedade e não apresenta efeitos colaterais, em pacientes adultos submetidos a exodontias de terceiros molares mandibulares inclusos


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3007440 - GISELE PEDROSO MOI
Externo ao Programa - 1208405 - MONICA SILVEIRA PAIXAO
Presidente - 2021396 - WILTON MITSUNARI TAKESHITA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5