UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: RENÊ HUMBERTO TAVARES SANTOS
26/03/2019 15:50


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RENÊ HUMBERTO TAVARES SANTOS
DATA: 29/03/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Mini auditório do P²CEM
TÍTULO: SÍNTESE DE MATERIAIS ADSORVENTES À BASE DE QUITOSANA, ESCAMAS DE PEIXE E AMIDO DE MILHO – APLICAÇÃO EM REMOÇÃO DE FÁRMACOS EM MEIOS AQUOSOS
PALAVRAS-CHAVES: Ciprofloxacina, aciclovir, sorção de fármacos, quitosana, amido de milho, hidroxiapatita, modelagem cinética.
PÁGINAS: 217
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

A contaminação de água por produtos farmacêuticos é uma preocupação emergente, pois alguns fármacos permanecem resistentes aos tratamentos de água atuais. Dentre os principais tipos de processos de remoção deste tipo de poluente, o uso de materiais adsorventes é considerado um dos mais eficazes. Neste estudo, objetivamos desenvolver novos materiais adsorventes um à base de quitosana (QT) e outro à base de amido de milho (AMD), ambos modificados com hidroxiapatita (HA) em pó extraída de escama de peixe. Os processos cinéticos de sorção dos fármacos ciprofloxacina (CPX) e aciclovir (ACV) foram estudados em temperaturas de 25, 35 e 45°C em soluções tamponadas (pH 2-5). Para os materiais à base de quitosana e hidroxiapatita (QTHA 1, QTHA 2 e QTHA 3), as sorções dos fármacos foram rápidas, observando-se cerca 45 min até o equilíbrio de sorção, enquanto que os tempos de sorção dos fármacos para o material à base hidroxiapatita e amido (AMDHA) foram ligeiramente mais lentos, de aproximadamente 60 min até o equilíbrio. O comportamento de sorção dos fármacos em ambos os materiais seguiu os modelos cinéticos de pseudo-segunda ordem e das constantes cinéticas variáveis. O modelo cinético de Morris-Weber sugere que a difusão intrapartículas não foi a etapa de sorção principal, mas que a sorção dos fármacos também é afetada pelo processo de difusão das camadas limites externas dos materiais. O incremento da temperatura de sorção reduziu a camada limite e aumenta a taxa de difusão dos fármacos. Os materiais sintetizados demostraram ser promissores visando a sorção de fármacos em meios aquosos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2222651 - ANTONIO REINALDO CESTARI
Externo à Instituição - GIANCARLO RICHARD SALAZAR BANDA
Interno - 1495228 - IARA DE FATIMA GIMENEZ
Externo ao Programa - 3336357 - MARIA DE LARA PALMEIRA DE MACEDO ARGUELHO
Interno - 2243395 - ZELIA SOARES MACEDO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69