UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 31 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: JONAS RICARDO DOS SANTOS
26/03/2019 15:12


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JONAS RICARDO DOS SANTOS
DATA: 27/03/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 02 do Pólo de Gestão
TÍTULO: FEIÇÕES MORFOLÓGICAS E BIOFACIES COMO INDICADORES EVOLUTIVOS DA PLATAFORMA CONTINENTAL DE SERGIPE E SUL DE ALAGOAS
PALAVRAS-CHAVES: Plataforma Continental; Geomorfologia Marinha; Biofácies; Nível do Mar, Bacia Sergipe-Alagoas.
PÁGINAS: 200
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O presente trabalho tem por objetivo caracterizar o fundo marinho da plataforma continental de Sergipe e sul de Alagoas em relação às feições morfológicas e a cobertura sedimentar e inferir as variações ambientais ocorridas desde o último máximo glacial na plataforma continental. Para o desenvolvimento do trabalho, a metodologia foi desenvolvida em uma sequência de etapas, onde inicialmente foram compilados os dados e as análises das informações disponíveis. Para identificar e mapear as feições marinhas existentes na plataforma continental foi elaborado um modelo batimétrico e as amostras de sedimentos coletadas nas campanhas oceanográficas foram classificadas quanto ao seu tipo sedimentar e individualizadas as suas biofácies. Para a elaboração de um modelo evolutivo da plataforma serão correlacionadas as feições morfológicas e também as ocorrências das diferentes biofácies identificadas na plataforma com as variações do nível do mar. Os resultados indicam que esta plataforma apresenta uma heterogenia tanto no contexto geomorfológico como em relação aos sedimentos de fundo desta região. Foram identificadas as seguintes feições na plataforma de Sergipe e sul de Alagoas: alinhamentos de recifes submersos e emersos, altos morfológicos submarinos, bancos carbonáticos de borda, terraços submarinos de borda, drenagens submarinas, vales incisos e cânions submarinos. Os sedimentos de fundo analisados permitiram caracterizar a distribuição sedimentar do fundo marinho e identificar diferentes contextos a partir da distinção destes sedimentos. A partir dos resultados obtidos, conclui-se que esta plataforma continental é do tipo siliciclástica-carbonática e tem-se uma nítida transição da composição sedimentar com o aumento da profundidade. A partir dos resultados preliminares observou-se que as feições morfológicas e a composição sedimentar do fundo marinho são indicadores da evolução e das variações ambientais ocorridas na plataforma continental de Sergipe e Alagoas.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 279481 - ROSEMERI MELO E SOUZA
Interno - 1141161 - DANIELA PINHEIRO BITENCURTI RUIZ ESPARZA
Interno - 1807439 - JAILTON DE JESUS COSTA
Externo ao Programa - 1772685 - PAULO SERGIO DE REZENDE NASCIMENTO
Externo ao Programa - 8426696 - EDILMA DE JESUS ANDRADE
Externo à Instituição - DANTE SEVERO GIUDICE
Externo à Instituição - MARCO TÚLIO MENDONÇA DINIZ

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18285-05ee143cb2