UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: JOHN LENNON ANDRADE DE OLIVEIRA
06/02/2019 16:39


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOHN LENNON ANDRADE DE OLIVEIRA
DATA: 27/02/2019
HORA: 16:00
LOCAL: PROPADM - Sala 33
TÍTULO: PRÁTICAS DE GESTÃO DA QUALIDADE, INOVAÇÃO E VANTAGEM COMPETITIVA: um estudo empírico das relações em empresas de manufatura certificadas com a ISO 9001 no Brasil
PALAVRAS-CHAVES: Práticas de gestão da qualidade. Inovação. Vantagem competitiva.
PÁGINAS: 113
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração de Empresas
RESUMO:

É comum dentre as organizações a busca de estratégias com as quais possam melhorar os seus respectivos desempenhos, bem como obter vantagem competitiva frente aos seus concorrentes. Dentre estas estratégias encontram-se os esforços em termos de melhoria da qualidade e desenvolvimento de inovações que, historicamente, foram creditadas como aspectos capazes de trazer vantagem competitiva para as organizações. A busca pelo melhor desempenho em qualidade proporcionou o surgimento de várias práticas de gestão, no esforço de criar formas eficazes de alcançar tal objetivo, como as práticas da gestão da qualidade total, que também estão presentes em certificações de sistemas da qualidade ISO 9001. No entanto, quais as relações entre práticas de gestão da qualidade, inovação e vantagem competitiva em firmas de manufatura certificadas com a ISO 9001 no Brasil? Argumentos sustentam que a utilização de práticas de gestão da qualidade é nociva ao desempenho inovador (MANGIOROTTI; RIILO, 2014), assim como também há aqueles que defendem uma influência positiva, ou seja, de que práticas de gestão da qualidade são capazes de potencializar o surgimento de inovações (FLYNN, 1994; PERDOMO-ORTIZ; GONZÁLEZ-BENITO; GALENDE, 2006). Dessa forma, o objetivo deste trabalho é investigar as relações entre práticas de gestão da qualidade, inovação e vantagem competitiva, por meio da realização de um estudo empírico em empresas de manufatura certificadas com a ISO 9001 no Brasil. Para isso, procedeu-se a replicação do questionário e do modelo teórico utilizados no artigo de Kafetzopoulos, Gotzamani e Gkana (2015), único estudo encontrado pelo pesquisador que investigou empiricamente as relações entre práticas de gestão da qualidade, inovações de produto e processo e vantagem competitiva. A presente pesquisa pode ser classificada como descritiva, adotando uma abordagem quantitativa, com coleta de dados feita por levantamento (survey). A análise quantitativa dos dados foi realizada por meio técnicas de estatística descritiva e multivariada, como distribuições de frequência, modelagem de equações estruturais e outros testes estatísticos, com o auxílio dos softwares Microsoft Excel®, G*Power, IBM SPSS® e SmartPLS©. Os resultados mostraram que o modelo adotado possui qualidade para medir as relações propostas, além de sustentar as hipóteses previamente definidas. O estudo conclui indicando que os resultados contribuem na direção da maioria dos estudos na temática, ou seja, de que práticas de gestão da qualidade possuem relações positivas e significantes com os dois tipos de inovação investigados, assim como os respectivos construtos de inovação possuem relações positivas e significantes com a vantagem competitiva. Além disso, também destaca algumas limitações da presente pesquisa, como a composição do modelo, o tempo de coleta de dados, dentre outros, indicando algumas propostas para estudos futuros, como a realização de estudos qualitativos e o incremento de outras variáveis e arranjos de relações no modelo testado.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2501207 - VERUSCHKA VIEIRA FRANCA
Interno - 1662887 - MARIA ELENA LEON OLAVE
Externo à Instituição - CARLA ALMEIDA VIVACQUA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5