UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 29 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: GABRIELA DAS GRAÇAS GOMES TRINDADE
30/01/2019 09:51


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GABRIELA DAS GRAÇAS GOMES TRINDADE
DATA: 18/02/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do DFA
TÍTULO: EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS SOBRE MONOTERPENOS E EFEITO ANTITUMORAL INVITRO DE COMPLEXOS DE INCLUSÃO CARVACROL/β-CICLODEXTRINA EM CÉLULAS DE CÂNCER DE PRÓSTATA
PALAVRAS-CHAVES: Carvacrol. Complexos de inclusão. β-ciclodextrina. Viabilidade celular. Câncer de próstata.
PÁGINAS: 114
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

O câncer de próstata é a segunda causa de morte por neoplasias entre os homens e o câncer não-cutâneo mais frequente entre os brasileiros. O tratamento convencional baseia-se em cirurgia, radiação e quimioterapia. No entanto, a quimioterapia ainda pode produzir toxicidade a órgãos e levar a efeitos colaterais graves. Nos últimos anos, vários estudos mostraram o potencial antitumoral de compostos bioativos extraídos de plantas para o tratamento do câncer de próstata. O carvacrol, um monoterpeno fenólico, têm recebido grande interesse pelas suas atividades antitumorais. No entanto, a sua aplicação ainda é limitada devido à baixa solubilidade em água e alta volatilidade. Este trabalho objetivou avaliar as evidências científicas envolvendo monoterpenos e o efeito antitumoral do carvacrol complexado em células de câncer de próstata. Primeiro capítulo: Uma revisão sistemática foi realizada para compilar estudos envolvendo os efeitos in vitro e/ou in vivo de monoterpenos e derivados em células de câncer de próstata. A busca na literatura foi realizada nos bancos de dados (PUBMED, SCOPUS e WEB OF SCIENCE) utilizando as palavras-chave “monoterpenos” e “câncer de próstata”. Os artigos selecionados (51 estudos) indicaram os efeitos antiproliferativos dos monoterpenos e os mecanismos envolvidos contra células de câncer de próstata. Segundo capítulo: A fim de melhorar as propriedades hidrofílicas e farmacológicas do carvacrol, complexos de inclusão com β-ciclodextrina foram preparados pelos métodos de ultrassom e liofilização e caracterizados por métodos físico-químicos conhecidos. A eficiência de complexação (EC%) foi determinada por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). O efeito antitumoral dos complexos de inclusão de carvacrol/β-ciclodextrina contra células de câncer de próstata (PC-3) foi avaliado através de modelos de cultura de células bi e tridimensionais (2D e 3D). Os resultados da caracterização físico-química indicaram que o carvacrol foi complexado com sucesso dentro da cavidade da β-ciclodextrina. A análise por CLAE demonstrou que a maior EC (81,2%) foi obtido pelo método de liofilização. Os ensaios de proliferação e migração celular no modelo 2D demonstraram que o tratamento das células PC-3 com os complexos levou a inibição dose-dependente da proliferação das células tumorais e maior redução da viabilidade celular em comparação com o carvacrol livre. Além disso, os complexos de inclusãode carvacrol/β-ciclodextrina reduziram significativamente (p<0,001) o número de células PC-3 encapsuladas em hidrogéis de gelatina metacrilada (GelMA) demonstrando sua função em um modelo fisiologicamente relevante. Portanto, a inclusão de carvacrol emβ-ciclodextrina demonstrou potencial efeito antiproliferativo, representando uma alternativa promissora no tratamento do câncer de próstata.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ADRIANA RAFFIN POHLMANN
Presidente - 2445308 - ADRIANO ANTUNES DE SOUZA ARAUJO
Externo à Instituição - Armando da Silva Cunha Júnior
Interno - 1467719 - LUCINDO JOSE QUINTANS JUNIOR
Externo à Instituição - Silvya Stuchi Maria-Engler

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12762-01b8f192c5