UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: MANOEL RODRIGUES DE ABREU MATOS
29/01/2019 16:52


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MANOEL RODRIGUES DE ABREU MATOS
DATA: 29/03/2019
HORA: 15:00
LOCAL: a ser informado
TÍTULO: O GÊNERO MEME: UMA PROPOSTA DE LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL PARA ATRIBUIÇÃO DE SENTIDO ÀS MÚLTIPLAS SEMIOSES
PALAVRAS-CHAVES: Memes; Multimodalidade; Multiletramentos; Intertextualidade; Semioses.
PÁGINAS: 160
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa
RESUMO:

Esta pesquisa apresenta uma proposta de intervenção pedagógica desenvolvida em uma turma de 8º ano do Ensino Fundamental II de uma escola municipal da cidade de Olindina – BA. Com isso, objetivava-se, a partir da realização de seis oficinas voltadas para a leitura e produção de memes, a ampliação dos multiletramentos para a significação das múltiplas semioses presentes nos textos multimodais. Os memes (LIMOR SHIFMAN 2014) constituem um caminho acessível, barato e divertido para a participação política dos indivíduos no contexto da web, diminuindo a passividade diante dos fatos sociais. Nesse sentido, a metodologia adotada neste trabalho é a pesquisa-ação nos termos de Thiollent (2012) por se tratar de uma intervenção para solucionar um problema diagnosticado, nesse caso, a ampliação dos multiletramentos. Esta pesquisa está fundamentada nas orientações de Cope e Kalantzis (2000), Rojo (2012) e Oliveira (2013) sobre multimodalidade e multiletramentos; Paviani e Fontana (2009), sobre oficinas; Leurquin (2014), Dolz, Noverraz e Schneuwly (2011), acerca de sequência didática; Koch, Bentes e Cavalcante (2012), a respeito de intertextualidade; Marcuschi (2011) e Miller (2012), sobre gêneros textuais e Braga (2014) referente aos letramentos digitais. Ao finalizar a aplicação dessa proposta, observou-se que houve melhoras em relação à leitura e produção de memes. Passaram a perceber e significar as semioses e intertexos, o que facilita a compreensão das mensagens veiculadas, seja no tocante à leitura ou à produção. A aprendizagem obtida com os memes, no tocante à significação das semioses, pode ser aplicada a outros textos, possibilitando uma participação efetiva e crítica nas práticas socioculturais do cotidiano.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3583193 - DERLI MACHADO DE OLIVEIRA
Interno - 2883246 - DENSON ANDRE PEREIRA DA SILVA
Externo à Instituição - SÔNIA PINTO DE ALBUQUERQUE MELO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16100-6196392814