UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PAULA FERREIRA BARBOSA
07/12/2018 10:05


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PAULA FERREIRA BARBOSA
DATA: 14/12/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Aula do Laboratório de Flavor
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DE COMPOSTOS BIOATIVOS E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DE SERIGUELA (SPONDIAS PURPUREA L) EM DIFERENTES ESTÁDIOS DE MATURAÇÃO
PALAVRAS-CHAVES: Compostos bioativos. Maturação. Spondias purpurea L.
PÁGINAS: 33
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Química, Física, Fisico-Química e Bioquímica dos Alim. e das Mat-Primas Alimentares
RESUMO:

A planta de Seriguela (Spondias purpurea L) é distribuída em várias regiões do mundo, inclusive no nordeste do Brasil. O aroma agradável e o sabor agridoce dos frutos são ricos em fitoconstituintes, como pigmentos e compostos fenólicos. Assim, a fim de aumentar o consumo desta fruta, a indústria alimentícia tem ganhado importância na preservação da qualidade dos frutos e desenvolvimento de produtos alimentícios. Alguns estudos têm enfatizado os compostos bioativos como fenólicos, flavonóides e carotenóides a partir de frutas de seriguela. No entanto, um estudo sobre os fitoconstituintes nos diferentes estágios de maturação dos frutos é limitado. Com base nos antecedentes, o presente estudo tem como objetivo caracterizar e avaliar a composição de compostos bioativos, bem como a atividade antioxidante em diferentes estágios de frutos de Seriguela. Para o estudo de caracterização, serão realizadas análises físico-químicas na polpa, casca e semente. A extração de compostos bioativos será realizada por extração assistida por ultrassom, variando diferentes concentrações de etanol (50 e 70%). Para determinar a melhor extração por solventes, serão realizadas análises de fenólicos totais, flavonóides totais, vitamina C, carotenóides, clorofila e capacidade antioxidante (DPPH·, ABTS·+, FRAP e ORAC). A caracterização dos compostos fenólicos será realizada por cromatografia líquida acoplada à análise por espectrômetro de massas (LC / MS). O objetivo geral do estudo é a compreensão fundamental da variação dos compostos bioativos que influenciam a capacidade antioxidante de Seriguela. O projeto proposto fornecerá fontes apreciáveis e promissoras de antioxidantes naturais de seriguela para se desenvolver como um aditivo natural seguro.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1835499 - JOAO ANTONIO BELMINO DOS SANTOS
Interno - 2505573 - LUCIANA CRISTINA LINS DE AQUINO SANTANA
Presidente - 6330812 - NARENDRA NARAIN

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9