UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: RAIMUNDO ALVES LIMA SOBRINHO
13/11/2018 15:38


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAIMUNDO ALVES LIMA SOBRINHO
DATA: 30/11/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Mini auditório do P²CEM
TÍTULO: SÍNTESE DE CARBONO MICRO-MESOPOROSO ORDENADO VIA NANOCASTING A PARTIR DE ÓLEO DE DENDÊ RESIDUAL E O SEU POTENCIAL DE ADSORÇÃO PARA CORANTES REATIVOS EM SOLUÇÕES AQUOSAS
PALAVRAS-CHAVES: Adsorção, réplica de carbono, corantes e materiais micro-mesoporosos.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

O crescimento populacional, as atividades industriais e agrícolas produzem diariamente

quantidades consideráveis de águas residuais que contém inúmeros poluentes orgânicos (corantes

orgânicos, benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos) que são lançados diretamente no meio

ambiente, causando efeitos à saúde dos seres humanos e aquáticos. Os corantes são amplamente

utilizados em diversos segmentos industriais, como cosméticos, couro, impressão, papel,

alimentos e têxtil e são considerados poluentes perigosos, pois apresentam estabilidade química

em meio aquoso e possuem natureza não biodegradável o que dificulta sua remoção. Dentre os

diversos métodos de tratamento empregados, a adsorção tem sido considerada uma das

tecnologias mais promissoras devido à sua alta eficiência, conveniência e viabilidade. O carvão

ativado é certamente o adsorvente mais utilizado devido às suas propriedades físicas (elevada área

superficial e porosidade) e químicas de superfície, entretanto, devido a sua estrutura microporosa

é ineficiente na remoção de moléculas de elevado peso molecular, tais como os corantes. Dessa

forma, neste trabalho foi sintetizado um novo tipo de carbono micro-mesoporoso (OMC) via

Nanocasting, a partir de um molde de sílica (HZSM-5/SBA-15), em diferentes proporções

mássicas, preparado por mecanossíntese e do resíduo da fritura do óleo de dendê como fonte de

carbono. Os materiais foram caracterizados através das análises de difração de raios X (DRX),

adsorção-dessorção de nitrogênio a 77K, espectroscopia na região do infravermelho com

transformada de Fourier (FT-IR), microscopia eletrônica de varredura (MEV), microscopia

eletrônica de transmissão de alta resolução (ARMET) e potencial zeta. As imagens de

microscopia eletrônica de varredura (MEV) mostraram a eficiência da mecanossíntese para todas

as proporções mássicas, enquanto que as propriedades texturais foram fortemente influenciadas

pela presença de SBA-15. Os difratogramas de DRX dos carbonos mesoporosos ordenados

(OMC’s) confirmaram a manutenção da ordenação cristalina característica dos moldes. O

material de carbono resultante foi estudado como adsorvente para diferentes moléculas de

corantes, incluindo moléculas com cargas e tamanhos diferentes. Os resultados revelaram que o

carbono apresentou alta afinidade para os corantes catiônicos devido a presença de grupos

funcionais com cargas negativas em sua superfície, que a estrutura mesoporosa favorece as altas

taxas de difusão e uma maior eficiência de adsorção comparado aos demais adsorventes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1495228 - IARA DE FATIMA GIMENEZ
Externo à Instituição - KATLIN IVON BARRIOS EGUILUZ
Interno - 426679 - LEDJANE SILVA BARRETO
Externo à Instituição - LUIZ PEREIRA DA COSTA
Interno - 1338723 - ROSANE MARIA PESSOA BETANIO OLIVEIRA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5