UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: JOSIMARI VITURINO SANTOS
31/08/2018 18:58


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSIMARI VITURINO SANTOS
DATA: 05/09/2018
HORA: 09:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: O 13 de Maio na Imprensa Sergipana do Século XIX
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de História; Produção e difusão de narrativas históricas;Relações étnico-raciais;Pós – Abolição; Imprensa; Aracaju.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
SUBÁREA: História do Brasil
ESPECIALIDADE: História Regional do Brasil
RESUMO:

Este trabalho tem por objetivos contribuir para o debate historiográfico e com a inserção dos conteúdos no ambiente escolar da História Afro-Brasileira do Pós-Abolição. Para alcançar essas metas realizamos a analise das representações do 13 de Maio difundidas em jornais que circularam na capital de Sergipe no final do século XIX e elaboramos propostas didáticas sobre esse tema. Desse modo, nos valemos de uma pesquisa de cunho qualitativo, caráter bibliográfico e documental e como técnica a análise de conteúdo. A pesquisa foi realizada em dois sites que disponibilizam jornais digitalizados, o site da Biblioteca Central da Universidade Federal de Sergipe (www.jornaisdesergipe.ufs.br) e o da Hemeroteca Digital Brasileira (memoria.bn.br/hdb/uf.aspx). Foram objetos da nossa análise os seguintes jornais: A Reforma (1888-1889),O Monitor (1889),Gazeta de Sergipe (1890-1891),O Republicano (1890-1891) e A Notícia (1896-1897). Com essa pesquisa, constatamos que a assinatura da Lei Áurea trouxe, sobretudo, para os senhores de engenhos sergipanos,um tempo de incertezas ,as suas lamentações, eram frequentes nas páginas dos jornais. Além disso, a população aracajuana comemorava os aniversários da abolição da escravatura com pompa, identificamos a participação de libertos, seja na organização ou como participantes de destaque nas celebrações, foram em espaços como esses que a “redempção dos escravos” era constantemente (re)significada e os jornais como difusores de ideias também deram a sua parcela de contribuição nesse processo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1546297 - PETRONIO JOSE DOMINGUES
Interno - 1687926 - JANAINA CARDOSO DE MELLO
Externo ao Programa - 4205099 - FERNANDO JOSÉ FERREIRA AGUIAR
Externo à Instituição - ANTONIO LIBERAC CARDOSO SIMÕES PIRES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e