UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 05 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: FERNANDA MASLOVA SOARES ALVES
28/08/2018 11:35


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA MASLOVA SOARES ALVES
DATA: 26/09/2018
HORA: 09:30
LOCAL: mini-auditório CCET
TÍTULO: EXTRAÇÃO DE ÓLEO DA PIMENTA ROSA (Schinus terebinthifolius Raddi): COMPOSTOS BIOATIVOS, CINÉTICA E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE
PALAVRAS-CHAVES: Pimenta rosa, óleo, extração, cinética, atividade antioxidante
PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Processos Industriais de Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Processos Orgânicos
RESUMO:

A pimenta rosa (Schinus terenbithifolius Raddi) vem chamando atenção de produtores e consumidores do nordeste do Brasil por oferecer benefícios à saúde devido a seus compostos. Assim sendo, a atividade antioxidante e cinética de extração do óleo de pimenta rosa (Schinus terenbithifolius Raddi) foram avaliadas neste trabalho. Foram realizadas extrações com CO2 supercrítico puro (SFE/CO2), CO2 supercrítico com isopropanol (SFE/CO2 + ISOC3) e por Soxhlet (ES) utilizando os solventes metanol, etanol e hexano. No processo de extração com fluido supercrítico foi utilizado planejamento experimental fatorial 23 com tréplica no ponto central, sob condições do processo, temperaturas de 20, 40 e 60ºC, pressões de 15, 20 e 25 MPa e vazão de solvente de 2, 3 e 4 mL min-1 para a SFE/CO2, concentração de isopropanol de 2, 4 e 6% e vazão de solvente fixada em 4 mL min-1 para a SFE/CO2 + ISOC3. A cinética de extração foi avaliada nas condições de 20 MPa/40ºC/3 mL min-1 para SFE/CO2 e 20 MPa/40ºC/4% para SFE/CO2 + ISOC3. Foram usados os modelos de Tan e Liou, de Esquível e de Martínez para ajuste da curva cinética. O modelo de Martínez foi o que melhor se ajustou à curva cinética, que resultou em menor erro médio relativo (Em). Dentre as formas de extração, a que obteve maior rendimento global do óleo (28,62%) foi por Soxhlet. Os melhores resultados da atividade antioxidante foram pelo método DPPH (125,82, 452,30 e 408,68 μg mL-1), ABTS (68,25, 35,53 e 28,82 μMTEAC g-1 de óleo), compostos fenólicos (1424,85, 143,26 e 268,67 mgGAE 100g-1 de óleo) que foram obtidas nas amostras de óleo na extração por Soxhlet utilizando o solvente metanol, CO2 supercrítico puro e SFE/CO2 + ISOC3. A composição do óleo foi avaliada por cromatografia sendo encontrados os compostos fenólicos tocoferol, ácido gálico, ácido p-cumarico, ácido trans-cinamico e quercentina e os voláteis mais expressivos identificados foram limoneno e elemol.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2462308 - EDILSON DE JESUS SANTOS
Interno - 2581604 - CRISTINA FERRAZ SILVA
Interno - 1715065 - ROGERIO LUZ PAGANO
Externo ao Programa - 2193695 - JEFFERSON ARLEN FREITAS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5