UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: DEISYLAINE MARIA DOS SANTOS
16/08/2018 09:41


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DEISYLAINE MARIA DOS SANTOS
DATA: 31/08/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Vídeo Conferencia da Renorbio
TÍTULO: Bauhinia cheilantha Bong (Steud): Caracterização Química e Potencial Biológico
PALAVRAS-CHAVES: Antimicrobiano; anti-inflamatório, Bauhina cheilantha; cicatrização.
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Farmacologia
RESUMO:

Na medicina tradicional, a Bauhinia cheilantha, é amplamente utilizada pelapopulação como hipoglicemiante, anti-inflamatório, adstringente, expectorante, cicatrizante, epara tratamento de diarreia, infecções e processos dolorosos. Diante do seu uso intenso e dofato de ser pouco explorada cientificamente, o presente estudo objetivou em avaliar acomposição química do óleo essencial das folhas (OE), do extrato hidroetanólico (EHE) e suasfrações, além de avaliar o seu potencial antimicrobiano, anti-inflamatório e cicatrizante. O perfilquímico do OE, constatou a presença principalmente das classes dos sesquiterpenos emonoterpenos. O composto majoritário da EHE da entrecasca foi isolado por CLAE para dar 5mg de substância que foi identificado como cianoglicosídeo litospermosida através de RMN de1 H e 13 C e comparado com dados da literatura. A FHX e o OE demostraram potencialantimicrobiano frente ao microorganismo C. neoformans T1 444 com concentração inibitóriamínima de 78 e 8 µg.mL -1 respectivamente. Na CCD e bioautografia tanto a FHX como OEdemonstraram que a atividade fungicida está atribuída a sinergia das substâncias presentesem sua composição. Pelo método de Checkboard a FHX demonstrou ser sinérgica aanfotericina B enquanto que esta fração associada com o fluconazol apresentou um efeitoaditivo. Já o OE demostrou possuir um efeito antagônico quando associado a anfotericina B eao fluconazol. Para verificar o possível mecanismo de ação destes compostos, foi realizado oensaio de permeabilidade com o iodeto de propídio, onde foi possível verificar que amembrana celular fúngica é um dos alvos de ação dos bioativos da FHX com percentual defluorescência do sub-CIM - 71,16% e CIM de 77,58%. Já OE com percentual de fluorescênciado sub-CIM e CIM de 2,3% e 7,9%. No teste de hemólise utilizando eritrócitos humanos, oEHE e a FHX demostraram ser livres de toxidez, tendo um percentual abaixo de 10%, sendo assim considerados não hemolíticos nas concentrações de 625µg.mL -1 . Quanto a atividade anti-inflamatória o EHE demostrou possuir um potencial anti-inflamatório por reduzir citocinas como a TNF-α e a IL-1β no modelo de migração celular. Na avaliação do potencial cicatrizante, os animais tratados com EHE na dose de 6 mg/kg apresentaram um fechamento da lesão de 50,30% já no 3º dia de tratamento, comparado com 20,24% dos animais tratados com o veículo (CD + veículo), seguido de 83,21% no 7º dia de tratamento e fechamento total (100%) no 14º dia de tratamento. Durante a quantificação de citocinas foi observado que o EHE regula as interleucinas IL-6, IL-1β, como também o TNF-α e a quimiocina MCP-1, além de estimular a produção da IL-10 para evitar uma possível agressão ao tecido lesado e ocorrer a cicatrização tecidual. Quanto a análise histológica dos três grupos (CD+Veículo; CD+EHE 3mg/kg e CD+EHE 6 mg/kg) de animais submetidos à atividade cicatrizante, o grupo CD+EHE 6mg/kg no 14º dia, apresentou uma área com cicatriz fibrosa mais celularizada e pouco vascularizada, com um aspecto morfológico mais próximo visto em dermes íntegras. Em conclusão o EHE da entrecasca de B. cheilantha em sua maior dose tem efeito anti-inflamatório e cicatrizante e a FHX e o OE possuem substâncias responsáveis pelo seu potencial antimicrobiano.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDREA YU KWAN VILLAR SHAN
Externo à Instituição - ANTONIO SANTOS DIAS
Externo ao Programa - 3553547 - BRANCILENE SANTOS DE ARAUJO
Externo ao Programa - 1199629 - CARLA MARIA LINS DE VASCONCELOS
Presidente - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Externo à Instituição - SHEYLA ALVES RODRIGUES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307