UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: VANESSA LIMA DE SANTANA
14/08/2018 16:10


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANESSA LIMA DE SANTANA
DATA: 27/08/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do DFA
TÍTULO: Reações Adversas a Antibióticos em Crianças hospitalizadas – Uma Revisão Sistemática
PALAVRAS-CHAVES: Antimicrobianos, reações adversas, crianças, hospitais, estudos de coorte
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A farmacoterapia pediátrica estabelece uma abundância de formas farmacêuticas adequadas às diferentes fases do desenvolvimento da criança.Os antimicrobianos são agentes farmacológicos com um atributo próprio eúnico, nesse sentido, eles podem trazer efeitos nocivos a todo o ecossistema hospitalar.Estima-se que cerca de 25% de todos os eventos adversos relacionados aos medicamentos são causados por erros de medicação e muitos desses são considerados preveníveis. Em crianças, erros de medicação ocorrem com frequência, afetando de 5% a 10% de todos os pacientes pediátricos. Compreender os efeitos dos medicamentos em pacientes pediátricos é uma meta importante. Assim o objetivo do presente estudo é determinar o perfil de segurança de antimicrobianos em crianças hospitalizadas. A metodologiaconsistiu em uma revisão sistemática da literatura para identificar a qualidade de estudos que avaliam reações adversas a antibióticos em crianças hospitalizadas em âmbito nacional e internacional. Para tanto, uma busca foi realizada nas bases de dados: Embase/PubMed, LILACS, Scopus, Web of Science e COCHRANE, utilizando os descritores,Antimicrobianos, reações adversas, crianças, hospitais, estudos de coorte.Foram incluídos no estudo pacientes admitidos em hospitais, que permaneceram no mínimo 48 horas hospitalizados, e que tivessem de zero a 12 anos de idade. As informações dos pacientes foram coletadas a partir de prescrições médicas, ficha de evolução clínica, guias de transferências de outros hospitais, resultados de exames laboratoriais. Desse modo, foram avaliados o uso de antimicrobianos, que apresentem reações adversas, as variáveisanalisados neste estudo são prevalência, gravidade e frequência do uso desses medicamentos.Resultados parciais: Das combinações de palavras-chave, 1.140 títulos foram considerados. Destes, 68 foram excluídos por estarem repetidos nas bases de dados.

Conclusão:Dados estão sendo compilados para maiores impactos da pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 949.166.594-49 - ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
Interno - 1315121 - DIVALDO PEREIRA DE LYRA JUNIOR
Externo à Instituição - IZA MARIA FRAGA LOBO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307