UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NADYEGE PEREIRA CARDOSO
09/08/2018 09:27


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NADYEGE PEREIRA CARDOSO
DATA: 16/08/2018
HORA: 08:30
LOCAL: Sala Rute - Campus da Saúde - UFS
TÍTULO: FATORES QUE INFLUENCIAM NA QUALIDADE DE VIDA DE MULHERES COM DIABETES MELLITUS GESTACIONAL
PALAVRAS-CHAVES: Diabetes Gestacional; Cuidado pré-natal; Qualidade de vida; Depressão; Saúde Pública.
PÁGINAS: 36
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
SUBÁREA: Enfermagem de Saúde Pública
RESUMO:

INTRODUÇÃO: A gestação é um evento fisiológico, entretanto, cada gestante lida com esse processo de maneira particular devido aspectos individuais relacionados às mudanças socioeconômicas, emocionais e hormonais. Neste período a gestante pode desenvolver intercorrências que afetam adversamente a saúde materno-fetal, como o diabetes mellitus gestacional (DMG), distúrbio metabólico com prevalência de 7,6% em gestantes maiores de 20 anos, podendo interferir na vida da mulher, desencadeando sintomas depressivos e declínio da qualidade de vida (QV), além de gerar elevados encargos financeiros ao sistema de saúde, configurando-se, assim, como um grave problema de saúde pública. OBJETIVO: Avaliar fatores que influenciam na QV de mulheres com DMG em Aracaju - Sergipe. MÉTODO: Trata-se de um estudo transversal, exploratório com abordagem quantitativa que será desenvolvido com gestantes do município de Aracaju acompanhadas na referência para pré-natal de alto risco, nas Unidades Básicas de Saúde e no ambulatório da maternidade de alto risco. A população será composta de todas as gestantes residentes no munícipio de Aracaju e, a amostra será composta por 106 gestantes com DMG. O recrutamento será realizado através de busca ativa. Para a coleta dos dados serão utilizados três instrumentos, um para a caracterização da amostra, o segundo para avaliação da QV, o Whoqol-bref e o último, Edinburgh Postnatal Depression Scale (EPDS), a presença de sintomas depressivos. RESULTADOS ESPERADOS: Espera-se que esta pesquisa contribua para o desenvolvimento de políticas públicas que promovam a adoção de estratégias para a melhora da QV, redução dos riscos obstétricos e dos custos relacionados à gestante com DMG.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2102691 - CRISTIANE FRANCA LISBOA GOIS
Interno - 426676 - MARIA PONTES DE AGUIAR CAMPOS
Externo ao Programa - 1338444 - ROSEMAR BARBOSA MENDES
Externo à Instituição - CARLA REGINA DE SOUZA TEIXEIRA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307