UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 24 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: JOSÉ WEVERTON SANTOS DE SOUZA
24/07/2018 10:39


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ WEVERTON SANTOS DE SOUZA
DATA: 27/07/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala Multiuso do PPEC
TÍTULO: Capitellidae (Annelida) na plataforma continental de Sergipe, nordeste do Brasil: estrutura da comunidade e do habitat
PALAVRAS-CHAVES: complexidade do habitat; montagem de comunidades; Polychaeta, Sergipe
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia de Ecossistemas
RESUMO:

As comunidades biológicas apresentam padrões de abundância, riqueza, diversidade e composição determinados em função de filtros ambientais ou fatores estocásticos que podem ocasionar substituição ou aninhamento das espécies. Capitellidae é uma família de vermes marinhos (Annelida: Polychaeta), comum na costa do Brasil, que habita diversos ambientes em decorrência da alta tolerância a gradientes ambientais e sobre a qual se tem poucas informações ecológicas. Neste estudo foi realizado um levantamento dos táxons de Capitellidae da plataforma continental de Sergipe (PCS) e verificada a variação espaço-temporal dos descritores ecológicos, buscando qual mecanismo (Turnover ou Nestedness) estrutura essa comunidade; além de investigar como e quais variáveis ambientais influenciam nesta estruturação. Foram realizadas coletas durante os períodos seco e chuvoso (2001 a 2003) ao longo da PCS em 3 isóbatas (10, 20 e 30m), com draga de arrasto. O material obtido foi conservado em gelo para análises sedimentológica e granulométrica e em formol 10% para a análise faunística. As amostras de água foram obtidas com garrafa de Van Dorn. A comunidade de Capitellidae esteve composta por 1.096 indivíduos distribuídos em 50 táxons agrupados em 15 gêneros. Foram encontrados três táxons novos para ciência (Notomastus sp.8, Scyphoproctus sp.4 e Capitellidae sp.12), registrados cinco novos gêneros para o Brasil (Amastigos, Pseudoleiocapitella, Dasybranchetus, Neonotomastus e Mastobranchus) e 45 novas ocorrências para Sergipe. Notomastus hemipodus, Notomastus latericeus, Notomastus sp.6 e Mediomastus sp.1 foram os táxons mais abundantes. Os parâmetros ambientais apresentaram oscilações temporais para as variáveis da água, estando o período chuvoso com as maiores temperatura e salinidade (p<0,05). Espacialmente as variáveis da água não apresentaram variação (p>0,05). A textura do sedimento não apresentou variação temporal (p>0,05) porém apresentou variação espacial (p< 0,05), diferindo a isóbata de 30m das demais quanto ao grau de selecionamento do grão, tamanho do grão, percentuais de matéria orgânica e CaCO3 e para os teores de cascalho e silte. Já a estrutura da comunidade mostrou-se estável temporalmente sem flutuações para os descritores ecológicos (p>0,05). Espacialmente, a abundância, riqueza, diversidade e equitatividade apresentaram um padrão crescente em direção às áreas mais profundas (p<0,05). A composição da fauna variou tanto no tempo (p=0,00; R=0,08) quanto no espaço (p=0,02; R=0,12). Essas oscilações foram decorrentes dos mecanismos de substituição de espécies temporal (βTUR=0,95; βNES=0,03) e espacial (βTUR=0,95; βNES=0,02) que determinaram as altas diversidades β temporal (βJAC=0,98) e espacial (βJAC=0,97). A relação das variáveis ambientais com a fauna evidenciou as variáveis do sedimento como as principais estruturadoras das comunidades. A profundidade influenciou todos os descritores (p=0,000); o grau de selecionamento do grão exerceu influência sobre a diversidade e equitatividade (p=0,04); o tamanho do grão (p=0,01) e o teor de CaCO3 (p=0,005) influenciaram a abundância e o cascalho influenciou a riqueza (p=0,02). Os resultados obtidos permitem inferir que a PCS é um ambiente com elevada riqueza de Capitellidae, que se distribuem em fundos heterogêneos, ocasionando substituição de espécies ao longo do gradiente ambiental com aumento dos descritores em áreas mais profundas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1819383 - ADRIANA BOCCHIGLIERI
Externo à Instituição - CINTHYA SIMONE GOMES SANTOS
Externo à Instituição - EDUARDO TAVARES PAES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9