UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 24 de Junho de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: TAMNA JOANAN FARIAS LIMA
13/07/2018 21:58


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TAMNA JOANAN FARIAS LIMA
DATA: 30/07/2018
HORA: 14:30
LOCAL: SALA DE AULA DO LAF
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO BIOATIVA E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DE FRUTOS E SUBPRODUTOS DE ACEROLA VERDE: INFLUÊNCIA DE MATRIZES ENCAPSULANTES E DOS PARÂMETROS DE PROCESSO
PALAVRAS-CHAVES: Microencapsulação. Compostos bioativos. Malpighia emarginata D.C.
PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Tecnologia de Alimentos
ESPECIALIDADE: Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal
RESUMO:

RESUMO

A acerola é uma fruta reconhecida mundialmente por ser uma excelente fonte de ácido ascórbico. Diversas pesquisas têm apresentado seu elevado potencial para outros importantes compostos bioativos, tais como antocianinas, flavonóides e carotenóides, os quais estão associados ao possível controle de doenças com efeitos promissores a saúde humana. O resíduo de acerola verde possui teores de compostos fenólicos que não foram totalmente extraídos durante o processo. Há uma tendência crescente para o aproveitamento e adição de valor a esses resíduos. No entanto, o uso destas substâncias naturais acaba sendo limitado, uma vez que grande parte dos constituintes responsáveis pelas propriedades biológicas é altamente instável. Desta forma, os objetivos deste trabalho foram: caracterizar, extrair e microencapsular diferentes extratos de resíduo de acerola verde obtido do processo de produção de suco concentrado utilizando diferentes encapsulantes e temperaturas, avaliar o efeito do processo de secagem por atomização em spray dryer sobre os diferentes parâmetros de processo, morfologia e compostos bioativos das micropartículas obtidas. Para atingir tais objetivos foram realizadas análises físico-químicas nos diferentes resíduos in natura e desidratados, posteriormente foi realizada a obtenção dos extratos avaliando os métodos (ultrassom e maceração) e variando diferentes concentrações de etanol. Com a determinação da melhor extração foi realizada a encapsulação através da atomização por spray dryer, utilizando maltodextrina, goma arábica e a combinação de maltodextrina e goma arábica (1:1) como agentes encapsulantes, sendo submetidos a diferentes temperaturas de entrada do ar de secagem (140 °C e 160 °C). Para a avaliação das micropartículas foram realizadas análises de caracterização (umidade, atividade de água, rendimento, eficiência de encapsulação, solubilidade, higroscopicidade, densidade) morfologia (MEV e tamanho de partículas), além da avaliação do conteúdo de fenólicos, flavonóides e atividade antioxidante por diferentes métodos. Conforme os resultados, os resíduos apresentaram elevado conteúdo de fenólicos totais, flavonóides e atividade antioxidante, sendo que o resíduo da polpa apresentou os maiores valores. Quanto aos diferentes ensaios realizados para a otimização do processo de encapsulação, a utilização da maltodextrina e a combinação da mesma com a goma arábica, submetidos à temperatura de 140 °C apresentaram micropartículas com boas características, com formas esféricas e superfícies lisas para os diferentes extratos de resíduo agroindustrial da acerola verde. Esses dados demonstra a efetiva contribuição desta pesquisa para os processos de obtenção de pós dos variados resíduos agroindustriais obtidos da produção de suco concentrado de acerola verde com propriedades funcionais associados aos diferentes compostos bioativos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1835499 - JOAO ANTONIO BELMINO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 012.154.365-05 - MARIA TEREZINHA SANTOS LEITE NETA
Presidente - 6330812 - NARENDRA NARAIN

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9