UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 07 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS SOARES CARDOSO
05/07/2018 11:01


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCAS SOARES CARDOSO
DATA: 11/07/2018
HORA: 09:30
LOCAL: LAMSIMPRO
TÍTULO: Modelagem de um Reator de Leito Fixo e Controle Utilizando Lógica Fuzzy
PALAVRAS-CHAVES: controle, simulação, lógica fuzzy
PÁGINAS: 12
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
RESUMO:

Os reatores de leito fixo constituem importantes sistemas da indústria química, notadamente presentes em vários processos petroquímicos. Embora sejam sistemas bem conhecidos e estudados, a modelagem e controle destes reatores permanecem ainda como temas desafiantes, considerando-se a complexidade do fenômeno de reação-difusão que ocorrem simultaneamente em um leito catalítico e as características distribuídas dos parâmetros. Tomando como estudo de caso o processo de síntese de anidrido ftálico a partir da reação fortemente exotérmica de oxidação do o-xileno, este trabalho apresenta a modelagem matemática do reator de leito fixo, seguindo uma formulação que considera as resistências difusionais associadas à reação sólido-fluido catalítica. A solução numérico-computacional do modelo foi feita utilizando o método das linhas, com discretização da coordenada axial por fórmulas de diferenças finitas. As simulações realizadas permitiram estabelecer a influência das variáveis sobre os parâmetros de desempenho do reator (perfis de concentração e de temperatura ao longo do leito). Tendo em vista a alta sensibilidade do perfil de temperatura frente a mudanças nas variáveis de entrada, foram implementados e estudados esquemas de controle do perfil de temperatura, visando à garantia de um nível de conversão de o-xileno na saída do reator compatível com a operação ótima do processo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2222671 - PEDRO LEITE DE SANTANA
Externo ao Programa - 2400083 - RODOLPHO RODRIGUES FONSECA
Interno - 1715065 - ROGERIO LUZ PAGANO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5