UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 17 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: ÂNGELA CECÍLIA FREIRE COSTA
05/07/2018 10:32


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ÂNGELA CECÍLIA FREIRE COSTA
DATA: 30/07/2018
HORA: 08:00
LOCAL: SALA 2 - PPGAGRI
TÍTULO: MANEJO DE Atta opaciceps, Plutella xylostella E Sitophilus zeamais COM DERIVADOS INDÓLICOS SINTETIZADOS: EFEITOS LETAIS E SUBLETAIS
PALAVRAS-CHAVES: inseticida, indol, triptamina, insetos, toxicidade, comportamento
PÁGINAS: 113
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Os insetos são organismos essenciais para a dinâmica dos processos ecológicos nos ecossistemas, impactando direta ou indiretamente na vida do homem. Condições ambientais específicas maximizam o sucesso reprodutivo de algumas espécies, as quais podem atingir status de praga. A formiga cortadeira Atta opaciceps (Hymenoptera: Formicidae), a traça-das-crucíferas Plutella xylostella (Lepidoptera: Plutellidae) e o gorgulho do milho Sitophilus zeamais (Coleoptera: Curculionidae) são considerados importantes insetos-praga pelos expressivos danos econômicos causados em cultivos agrícolas e, ou florestais. O uso de inseticidas sintéticos é o principal método de controle destas pragas, no entanto o emprego de tais produtos tem enfrentado sérias dificuldades. Alguns compostos já não possuem a eficácia esperada e outros foram proibidos. Diante disso, a obtenção de novos compostos inseticidas assume grande importância. Neste trabalho, foram avaliados os efeitos letais e subletais de derivados indólicos, sintetizados a partir do indol e da triptamina, sobre A. opaciceps, Pl. xylostella e S. zeamais. Primeiramente, avaliamos a mortalidade, o comportamento e o caminhamento de operárias de A. opaciceps. Foi observada redução da sobrevivência e alteração do comportamento e do caminhamento de formigas expostas aos derivados indólicos sintetizados. No capítulo referente à Pl. xylostella, investigamos a mortalidade, a atividade alimentar e o comportamento de larvas desta espécie, bem como a seletividade em favor das vespas Polybia scutellaris, Po. sericea e Po. rejecta e da abelha Apis mellifera. Foi detectada redução da sobrevivência e do consumo foliar e ausência de comportamento de evasão em larvas de Pl. xylostella expostas aos derivados indólicos sintetizados. Além disso, os compostos testados foram seletivos para as vespas e a abelha. Por fim, analisamos a toxicidade de derivados indólicos sintetizados sobre insetos adultos de três populações de S. zeamais e a capacidade de indivíduos tratados causarem danos em grãos de milho. Houve redução da sobrevivência dos insetos e de danos em grãos nas três populações avaliadas. Diante dos resultados obtidos, concluímos que os derivados indólicos sintetizados são moléculas potenciais para o desenvolvimento de novos produtos inseticidas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1352277 - GENESIO TAMARA RIBEIRO
Presidente - 1692351 - LEANDRO BACCI
Externo à Instituição - MARCELO DA COSTA MENDONCA
Interno - 996.010.361-72 - PAULO FELLIPE CRISTALDO
Externo à Instituição - VINÍCIUS ALBANO ARAÚJO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e