UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 30 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: THAYNARA SILVA DOS ANJOS
03/04/2018 12:29


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: THAYNARA SILVA DOS ANJOS
DATA: 04/04/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Miniauditório do Campus da Saúde
TÍTULO: VALIDAÇÃO DE UM INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DO AUTOCUIDADO DOS PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 2
PALAVRAS-CHAVES: Autocuidado. Diabetes mellitus tipo 2. Escalas. Psicometria. Validade dos testes.
PÁGINAS: 45
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

Trata-se de um estudo de desenvolvimento metodológico com abordagem psicométrica, que tem como objetivo validar um instrumento de avaliação de autocuidado de pacientes com diabetes mellitus tipo 2 (INAAP-DM2). O INAAP é composto por 131 itens divididos em seis domínios, as saber: Buscar e garantir assistência profissional apropriada, conhecer e considerar as doenças e suas complicações, aderir ao tratamento, conhecer e considerar/regular os desconfortos do tratamento, Aceitar a doença e a necessidade de atendimento de saúde e aprender a viver com os efeitos da doença e as consequências do diagnóstico médico e das medidas de tratamento no estilo de vida. O instrumento consiste em uma escala tipo Likert de cinco pontos e permite mensurar em cada dimensão os requisitos de autocuidade, classificando-os em três níveis: Totalmete compensatório, pacialmente compensatório e apoio- educação. Para validação do construto serão realizados os procedimentos empíricos e analíticos postulados no modelo pesicométrico. Os procedimentos empíricos consitirão na aplicação do INAAP-DM2 a uma amostra de 600 pacientes cadastrados no centro de Especialidades médicas de Aracaju (CEMAR) e nas Unidades Básicas de Aracaju e Itabaiana. Os procedimentos analíticos englobarão a definição da dimensionalidade do instrumento por meio de análise fatorial, análise de Consistência interna por meio do Alfa de Cronbach e análise dos itens do instrumento por meio da valiadade discriminante. Será empregado o teste t Student para difernciar sujeitos que possuem magnitudes diferentes para o autocuidado. O desenvolvimento de uma tecnologia que considere a multidimensionalidade dessa enfermidade poderá instrumentalizar equpes multiprofissionais na utilização de um modelo de atenção integral aos´pacientes com DM2.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2102691 - CRISTIANE FRANCA LISBOA GOIS
Presidente - 1541701 - LIUDMILA MIYAR OTERO
Externo à Instituição - OLGA SERRA ESCAARP

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12838-31cfbbda77