UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 07 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOÉLINGTON DO CARMO CONCEIÇÃO
21/03/2018 12:01


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÉLINGTON DO CARMO CONCEIÇÃO
DATA: 10/04/2018
HORA: 14:00
LOCAL: miniauditório do CCET
TÍTULO: UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS DE ESTIMAÇÃO DE PARÂMETROS PARA DETERMINAÇÃO SIMULTÂNEA DA CINÉTICA E ISOTERMA DE ADSORÇÃO
PALAVRAS-CHAVES: Modelagem; Adsorção em batelada; Estimação de parâmetros.
PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Operações Industriais e Equipamentos para Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Operações de Separação e Mistura
RESUMO:

A investigação de um processo de adsorção principia com determinações experimentais, no qual uma perturbação provocada por uma dada massa de adsorvente (m) em um determinado volume de soluto (V) de concentração inicial (C0), em uma temperatura constante (T), é respondido por um decaimento da concentração ao longo do tempo (Ct) até o equilíbrio (Ce), ponto em que ocorre a saturação da massa de adsorvente. O perfil de concentração de soluto ao longo do tempo define uma cinética de adsorção. Na modelagem do sistema, feita na cinética e no equilíbrio, os modelos são moldados aos dados experimentais a partir da determinação dos seus parâmetros/coeficientes, de forma individual, com um modelo para cada curva cinética. O problema surge quando se deseja predizer o comportamento do sistema em condições intermediárias às realizadas experimentalmente. Além de não ser possível, essa abordagem atribui um fenômeno específico a cada experimento. Neste contexto, este trabalho visa a reformulação do problema de modelagem, possibilitando previsões quantitativas em condições operacionais intermediárias, eliminando a premissa de múltiplos fenômenos. Para isso foram elaborados procedimentos, combinando modelos de cinética e isoterma (Cin_iso), considerando a influência de flutuações experimentais (Cin_iso_err) e do tipo de variável de saída (Cin_ind_err_C, Cin_ind_err_q, Iso_ind_err_q, Iso_ind_err_C). Além disso, foi mostrado que o coeficiente da taxa de adsorção dos modelos cinéticos pseudo primeira ordem (P1O) e pseudo segunda ordem (P2O) não são constantes intrínsecas, mas funções dependentes da concentração inicial de soluto (C0), que foram implementadas nos procedimentos de estimação (Cin_iso_k, Cin_iso_k_err). A avaliação dos resultados foi feita por meio de análises estatísticas das estimações para medir a qualidade dos ajustes e dos parâmetros estimados, com base nas distribuições de probabilidade chi quadrado e t-Student, com 95% de confiança. As metodologias foram aplicadas em dois estudos de caso, com dados experimentais retirados dos trabalhos de Konicki; Aleksandrzak; Mijowska (2017), caso 1, e Salman; Njoku; Hameed (2011), caso 2, sendo os melhores resultado indicando os modelos combinados P2O_L_k2_3% o mais adequado para descrever o sistema de adsorção de Yellow 28 (Y28) em óxido de grafeno (OG), caso 1, enquanto que os modelos P2O_F_k2_7% foi mais adequado para descrever o sistema de adsorção de Bentazon (B) em carvão ativado (CA), caso 2.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1996864 - JOSE DA PAIXAO LOPES DOS SANTOS
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Externo ao Programa - 2400083 - RODOLPHO RODRIGUES FONSECA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5