UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 17 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: LARISSA ALVES SECUNDO WHITE
15/02/2018 10:34


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LARISSA ALVES SECUNDO WHITE
DATA: 23/02/2018
HORA: 10:00
LOCAL: SALA 2 - PPGAGRI
TÍTULO: DIVERSIDADE GENÉTICA DE POPULAÇÕES NATIVAS DE Myrcia ovata E Populus deltoides E ATIVIDADE ANTIFÚNGICA DE ÓLEOS ESSENCIAIS DE M. ovata
PALAVRAS-CHAVES: Myrcia ovata, Populus deltoides, conservação e prospecção, análise molecular, atividade fungicida.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Em razão do estado de devastação em que as florestas no mundo se encontram, são necessários estudos que promovam a conservação e manejo da biodiversidade de espécies silvestres. Populus deltoides é uma espécie nativa nos Estados Unidos, comumente utilizada em projetos de recuperação de áreas ribeirinhas e constitui-se uma das principais espécies florestais utilizadas na obtenção de matéria-prima para produção de biocombustíveis e celulose, resultando, portanto, em uma distribuição ampla no território americano. Espécies do gênero Populus têm sido bastante estudadas quanto a suas características genéticas. A Myrcia ovata é uma espécie nativa de Mata Atlântica do Brasil, que pouco se sabe a seu respeito. Estudos sobre propriedades medicinais iniciaram no ano de 2010 e logo ressaltaram o potencial econômico que essa espécie tem. No Estado de Sergipe, poucos indivíduos foram encontrados no município de Japaratuba-SE, em fitofisionomia de Restinga, e um estudo sobre a sua caracterização química e atividade antifúngica já foi realizado. No entanto esse é o primeiro relato da caracterização genética dessa espécie. Visando à conservação e prospecção das espécies M. ovata e P. deltoides foram analisadas as diversidades genéticas de populações nativas, e a atividade antifúngica dos óleos essenciais e compostos majoritários de M. ovata. Para a espécie M. ovata, folhas jovens de 24 indivíduos foram coletadas para extração de DNA e a partir da utilização do marcador molecular Inter Simple Sequence Repeat (ISSR) foi obtida a caracterização da diversidade genética. Folhas secadas em estufa foram utilizadas para a extração de óleos essenciais por meio de hidrodestilação com Clevenger modificado. Uma vez que seus compostos majoritários já haviam sido previamente identificados, ambos foram analisados quanto ao potencial fungistático e fungicida sobre os fungos Colletotrichum acutatum, Plenodomus destruens e Thielaviopsis paradoxa, responsáveis pelas doenças Podridão floral de citros, Mal-do-pé da batata doce e Resinose do coqueiro, respectivamente. Já para a espécie P. deltoides, o DNA de folhas jovens liofilizadas foi extraído, sequenciado e por meio do marcador Single Nucleotide Polymorphism (SNP) foram obtidos os dados de diversidade genética de 612 indivíduos distribuídos em 15 estados das regiões central, sudeste e leste dos Estados Unidos. Com relação a análise da diversidade genética de M. ovata, concluiu-se que a similaridade entre os indivíduos foi considerada média (0,38) e, os indivíduos MYRO-154, MYRO-175 e MYRO-175.1 foram os que apresentaram as maiores variabilidades. Já com relação aos tratamentos antifúngicos, todos apresentaram atividade antifúngica, sendo que os óleos essenciais dos indivíduos MYRO-180 (grupo II) e MYRO-159 (grupo I) foram os mais efetivos sobre a inibição dos fungos C. acutatum e P. destruens, e a combinação dos compostos Citral com (E)-nerolidol foi mais efetivo sobre a inibição do fungo T. paradoxa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Interno - 2483844 - RENATA SILVA MANN
Externo à Instituição - MATIAS KIRST
Externo à Instituição - DANIELA APARECIDA DE CASTRO NIZIO
Externo à Instituição - JOSE BALDIN PINHEIRO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16088-62c448d53e