UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: CAROLINE OLIVEIRA MELO
05/02/2018 16:23


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINE OLIVEIRA MELO
DATA: 23/02/2018
HORA: 14:00
LOCAL: LABORATÓRIO DO PROPADM - SALA 47
TÍTULO: Adoção e implementação das tecnologias da informação e comunicação: um estudo de caso sobre maturidade eletrônica
PALAVRAS-CHAVES: Tecnologia da Informação e Comunicação. Adoção. Implementação. Maturidade Eletrônica.
PÁGINAS: 136
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
RESUMO:

As tecnologias da informação e comunicação (TICs) têm provocado diversas mudançasna sociedade, levando empresas e instituições a buscar novas formas de operacionalizarsuas ações. As instituições de ensino também estão incluídas neste processo, emespecial porque é delas o papel de formar cidadãos e profissionais preparados para lidarcom as novas demandas sociais e organizacionais. Portanto, se faz necessário lançarespecial atenção para os movimentos que buscam inserir as TICs em tais instituições,com destaque para o papel desempenhado pelos gestores, pois é deles aresponsabilidade pelo processo decisório para adoção das TICs, assim como peloplanejamento e execução de ações que visem sua implementação. Diante do exposto,este estudo buscou analisar como ocorre o processo de adoção e implementação dastecnologias da informação e comunicação pelos gestores educacionais do InstitutoFederal de Sergipe, visando a maturidade eletrônica da instituição. Para atingimentodeste objetivo, foi realizado um estudo qualitativo, de abordagem descritiva eexploratória, adotando-se o estudo de caso único como estratégia de pesquisa. Os dadosforam coletados mediante entrevistas semiestruturadas, pesquisa documental eobservações diretas, posteriormente submetidos à técnica de análise de conteúdo. Aanálise dos dados permitiu desvelar os principais elementos que impulsionam a adoçãoe implementação das TICs na instituição, aqueles que impõem seu uso e os que criambarreiras ou dificultam a adoção. Além disso, o processo decisório da instituição foiidentificado, bem como os elementos presentes nas etapas de conhecimento, persuasão,decisão e implementação. Em seguida, tais elementos foram analisados à luz dosconceitos presentes nos modelos de e-maturity, destacando-se aqueles relacionados àinfraestrutura, liderança tecnológica e suporte para uso e disseminação das TICs. Olevantamento e análise de todos estes dados permitiu mapear as principais ações que ainstituição de ensino precisa desenvolver para atingir a e-maturity administrativa.Conclui-se que as três dimensões da e-maturity precisam estar igualmente atendidaspara que a maturidade eletrônica na instituição seja alcançada. No caso da instituiçãopesquisada, algumas ações já são desenvolvidas, outras ainda precisam ser planejadas eexecutadas para o alcance da maturidade total.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 6252676 - DEBORA ELEONORA PEREIRA DA SILVA
Externo à Instituição - JOSIVANIA SILVA FARIAS
Presidente - 1224228 - MARIA CONCEICAO MELO SILVA LUFT

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5