UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: RAQUEL MOREIRA DE BRITTO
01/02/2018 11:40


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAQUEL MOREIRA DE BRITTO
DATA: 26/02/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala dos Conselhos - Reitoria
TÍTULO: Mirtenol protege contra a lesão de isquemia-reperfusão cardiaca através de mecanismos antioxidantes e anti-apoptóticos
PALAVRAS-CHAVES: Monoterpenos. Plantas medicinais. Isquemia Miocárdica . Estresse Oxidativo. Apoptose
PÁGINAS: 86
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

A lesão de isquemia- reperfusão cardiaca representa uma grande ameaça à saúde humana, contribuindo para efeitos adversos cardiovasculares. No entanto, embora a reperfusão do coração isquêmico seja essencial para reduzir o dano miocárdico, a restauração do fluxo sanguíneo pode, paradoxalmente, amplificar o dano celular.O mirtenol é um monoterpeno com múltiplas atividades farmacológicas. No entanto, embora os monoterpenos tenham sido propostos para desempenhar papéis benéficos em uma variedade de distúrbios cardíacos, as ações farmacológicas do mirtenol no coração ainda não foram relatadas. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar se mirtenol promove a cardioproteção contra a lesão de isquemia-reperfusão cardiaca (IR) e os mecanismos envolvidos nesses efeitos. Os ratos Wistar machos foram pré-tratados por via oral durante sete dias consecutivos com solução salina (NaCl 0,9% 0,20 ml + DMSO 0,05 ml), mirtenol (50 mg / kg) ou N-acetil cisteína (NAC) (1.200 mg / kg,). Posteriormente, os corações foram submetidos a lesão de IR cardiaca, por meio do sistema de perfusão aórtica de fluxo constate do tipo langedorff, foi obtido os parâmetros contrateis tais como pressão ventricular esquerda (PVE), derivadas máxima (+dP/dt) e minima (-dP/dt) da PVE, frequência cardiaca (FC), parâmetros eletrocardiográficos, como FC, intervalo PR e a duração do complexo QRS, mensurado a atividade da Lactato Desidrogenase (LDH), detreminado o indice de severidade das arritmias cardíacas (ISA). O stresse oxidativo foi avaliado com base na determinação de hidroperóxidos totais, grupamento sulfidrilas totais, foi mensurado as espécies reativas de oxigenio (EROs), as proteínas carboniladas, determinado a atividade das enzimas antioxidantes endógenas: superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT), glutationa peroxidase (GPx) e glutationa redutase (GR), e a area de infarto. A via da apoptose foi investigada mediante a expressão das proteinas Bax e Bcl-2 e a apoptose in situ foi estudada a partir do método TUNEL.Aqui, mostramos que o comprometimento severo do desempenho contrátil induzido pela IR foi prevenido de forma significativa pelo mirtenol e NAC. Além disso, o Mirtenol aboliu a forma de onda eletrocardiográfica discrepante (elevação do segmento ST), bem como reduziu as arritmias fatais e o tamanho da área do infarto induzido por lesão de IR. Relevantemente, o mirtenol impediu totalmente o aumento da geração de espécies reativas de oxigênio e danos cardíaco causados pelo estresse oxidativo. Consequentemente, o mirtenol restaurou a atividade das enzimas antioxidantes endógenas e o equilíbrio das vias pró e anti-apoptóticas (Bax e Blc-2), associado à diminuição das células apoptóticas TUNEL-positivas. Em conjunto, nossos dados mostram que o mirtenol promove a cardioproteção contra lesão de IR através da atenuação do estresse oxidativo e inibição da via pro-apoptótica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CAROLINA ROSA GIODA
Externo à Instituição - LUCIANO DOS SANTOS AGGUM CAPETTINI
Externo à Instituição - RICARDO LUIZ CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE JUNIOR
Presidente - 1694364 - SANDRA LAUTON SANTOS
Externo à Instituição - VITOR ULISSES DE MELO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307