UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DÉBORA TAMARA FÉLIX
11/01/2018 09:22


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DÉBORA TAMARA FÉLIX
DATA: 15/01/2018
HORA: 08:00
LOCAL: Embrapa Semiárido
TÍTULO: Aplicação pré-colheita de revestimentos em uva de mesa ‘Arra 15’ para melhoria da conservação e preservação da qualidade.
PALAVRAS-CHAVES: Química, Bioquímica, Controle de Qualidade de Alimentos
PÁGINAS: 42
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Fisiologia Pós-Colheita
RESUMO:

A produção de uva no Brasil ganhou destaque, principalmente nas condições semiáridas do Nordeste, onde se localiza o Submédio do Vale do São Francisco. Nesta região, o cultivo da videira tem alcançado êxito tanto em termos de produção como de qualidade das uvas de mesa. Os revestimentos vêm sendo bastante utilizados em frutas e hortaliças, com o propósito de proporcionar preservação da qualidade e prolongamento da vida útil. O projeto tem como objetivo identificar revestimentos que, aplicados em pré-colheita, permitam maior conservação e manutenção da qualidade pós-colheita em uva de mesa ‘Arra 15®’. O trabalho será instalado em área de produção comercial da videira ‘Arra 15’, localizada no Submédio do Vale São Francisco, sendo as análises dos frutos e o armazenamento refrigerado realizados no Laboratório de Fisiologia Pós-colheita da Embrapa Semiárido, em Petrolina – PE. Os revestimentos a serem aplicados serão a base de Alginato de Sódio, Carboximetilcelulose (CMC) e Quitosana, os quais passarão por testes preliminares para decidir a melhor dose a ser aplicada. Os revestimentos serão aplicados com antecedência de 5 dias da data de colheita, em pulverização manual dirigida aos cachos. Os frutos do controle receberão pulverização com água. Uma vez colhidos, os cachos serão acondicionados em embalagens plásticas (PET) de 500g, em caixas de papelão, e armazenadas em câmara de refrigeração, com temperatura de 0 ± 1°C e umidade relativa de 90-95%. Os tratamentos serão avaliados no decorrer de 0, 14, 21, 28, 35 e 40 dias de armazenamento. As análises a serem realizadas serão: perda da massa fresca dos cachos, aparência do cacho, desgrane, coloração das bagas, firmeza das bagas, teor de sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), açúcares solúveis totais (AST), teor de flavonoides amarelos, polifenois extraíveis totais (PET) e atividade antioxidante pelo método de ABTS. O delineamento experimental será inteiramente casualisado, em fatorial 4 x 6 (revestimento x tempo de armazenamento), com quatro repetições compostas por 3 cachos. Os dados serão submetidos à análise de variância (ANOVA), por meio do programa estatístico Sisvar 5.6


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 225.961.678-08 - ALINE TELLES BIASOTO MARQUES
Externo à Instituição - ANA CECÍLIA POLONI RYBKA
Presidente - 681.817.794-87 - MARIA AUXILIADORA COÊLHO DE LIMA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9