UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: BRUNO TORRES BEZERRA
09/01/2018 07:42


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO TORRES BEZERRA
DATA: 24/01/2018
HORA: 08:00
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: Reconstrução da fenda alveolar utilizando osso autógeno e osso liofilizado associado ao plasma rico em plaquetas: estudo de série de casos.
PALAVRAS-CHAVES: Enxerto de osso alveolar; Fenda labial; Fenda Palatina; Plasma rico em plaquetas
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

Introdução: A reconstrução da fenda alveolar é uma etapa de grande importância no tratamento dos pacientes portadores de fissura lábio-palatal. Esta fase do tratamento corrige a comunicação buco-nasal, melhora a fonação, previne o colapso do arco maxilar, melhora a condição periodontal dos dentes adjacentes e promove suporte ósseo para erupção do canino não irrompido. Objetivos: Avaliar a reconstrução do osso alveolar com a enxertia óssea e comparar os resultados de dois diferentes grupos de materiais de enxerto ósseo: osso autógeno da sínfise mandibular e osso liofilizado associado ao plasma rico em plaquetas (PRP) na reconstrução de fendas alveolares. Métodos: Quarenta e cinco indivíduos foram incluídos nos critérios estabelecidos e aceitaram participar do estudo de série de casos. Os pacientes foram avaliados quanto a redução da área e volume, posteriormente foram divididos em dois grupos. Grupo A pacientes que receberam enxerto ósseo autógeno da sínfise mandibular na fenda alveolar e o Grupo B pacientes que receberam osso liofilizado associado ao PRP. Tomografia computadorizada tipo cone beam foram realizadas e reconstruídas tridimensionalmente em todos os pacientes no pré-operatório e no pós-operatório de 1 ano. Resultados: Uma redução significativa foi encontrada na área e volume em todos os pacientes, no grupo A e no grupo B. Entre os grupos, não foram encontradas diferenças significantes na área e volume. Conclusão: Osso liofilizado associado ao PRP é uma boa opção para a reconstrução de fendas alveolares, e promove bons resultados assim como o osso autógeno.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 154.064.405-78 - CARLOS ANSELMO LIMA
Presidente - 1213791 - LUIZ CARLOS FERREIRA DA SILVA
Externo à Instituição - PAULO ALMEIDA JUNIOR
Externo à Instituição - Roberto Prado
Externo à Instituição - THADEU RORIZ SILVA CRUZ

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5