UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MAYARA ALVES MENEZES
22/12/2017 08:57


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAYARA ALVES MENEZES
DATA: 11/01/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Mini Auditório do departamento de Fisioterapia na UFS
TÍTULO: Efeito imediato e tardio da Eletroestimulação Nervosa Transcutânea (TENS) aplicada durante o exercício resistido no controle da dor e no desempenho físico de indivíduos saudáveis: Ensaio Clínico Randomizado
PALAVRAS-CHAVES: estimulação elétrica transcutânea do nervo; dor muscular; treinamento de resistência; exercício; analgesia
PÁGINAS: 84
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Introdução: A dor muscular induzida pelo exercício é uma condição auto limitante e podeter impacto na prática de atividade física de indivíduos saudáveis, pacientes com doresmusculoesqueléticas e atletas. Estratégias de tratamentos para dor muscular estãovoltadas apenas para o alívio dos sintomas, após já estabelecida a lesão muscular. AEstimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS) têm mostrado resultados positivosna redução da dor e na melhora da função em condições de dor aguda e crônica. Dessaforma, propomos que utilizar a TENS durante o exercício pode reduzir a dor e contribuirpara maior adesão à atividade física e melhor desempenho físico. Objetivo: Investigar osefeitos imediatos e tardios da TENS aplicada durante o exercício resistido no controle dador e no desempenho físico em indivíduos saudáveis. Casuística e Métodos: Trata-se deum ensaio clínico com distribuição aleatória, duplamente encoberto e controlado porplacebo. Foram incluídos no estudo, sujeitos universitários, de ambos os sexos, saudáveis,irregularmente ativos ou sedentários, com idade entre 18 e 40 anos. Os sujeitos foramdistribuídos aleatoriamente em 2 grupos: TENS ativa e TENS placebo. O estudo ocorreuao longo de 4 sessões: na sessão 1, os sujeitos realizaram o teste de resistência máxima(1RM); após 72 horas, na sessão 2, foi aplicado o reteste do 1RM; na sessão 3, após 48horas, a TENS foi aplicada durante protocolo de exercícios resistidos funcionais paramembros superiores (exercício de supino e remada), com intensidade de 80% de 1RM;na sessão 4, após 24 horas, os sujeitos foram reavaliados. Foram mensuradas intensidadede dor ao repouso e ao movimento, limiar de dor por pressão, somação temporal,modulação condicionada da dor, termografia infravermelha, medidascardiorrespiratórias, funcionalidade, fadiga muscular, séries de repetições do exercício,potência muscular e tolerância física. A avaliação e aplicação da corrente foi realizada noventre muscular dos músculos peitoral maior e grande dorsal. Resultados: Contrário ànossa hipótese, a aplicação de TENS ativa aumentou a percepção de dor ao repouso e aomovimento (p<0,05; p=0,007 no 4ª intervalo), mas foi similar ao placebo (p<0,05; p=0,01no 3º intervalo). TENS ativa aumentou a hiperalgesia primária (grande dorsal: p=0,02) esecundária (tibial anterior: p=0,04) na reavaliação imediata. Efeitos imediatos da TENSforam significativos no aumento da percepção de fadiga na reavaliação imediata aorepouso (p=0,01) e ao movimento, mas foi semelhante ao placebo (p<0,05). Um maiornúmero de repetições foram observadas no grupo TENS ativa, a partir da 5ª série noexercício de remada (p=0,002). A redução do desempenho físico foi observada, semdiferenças entre os grupos (p<0,05). Conclusão: Os resultados desse estudo sugerem queadministrar uma intervenção analgésica, como a TENS, durante o exercício pode reduzira percepção de dor, responsável por alertar contra o dano muscular, criando um potencialrisco de lesões e aumentando a intensidade da dor muscular tardia. Nossos resultadossugerem que esse efeito está fortemente relacionado a um efeito placebo, induzindo ossujeitos a realizar um maior número de repetições pela crença de estar recebendo umtratamento analgésico.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LARISSA RESENDE OLIVEIRA
Interno - 2013648 - VITOR OLIVEIRA CARVALHO
Externo ao Programa - 1228110 - WALDERI MONTEIRO DA SILVA JUNIOR

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307