UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 13 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: TAMNA JOANAN FARIAS LIMA
21/11/2017 15:45


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TAMNA JOANAN FARIAS LIMA
DATA: 05/12/2017
HORA: 11:00
LOCAL: Sala de Aula Laboratório de Flavor
TÍTULO: Conteúdo fitoquímico e atividade antioxidante de polpa e extrato de subproduto de acerola verde microencapsulado: efeito do processo de secagem sobre a estabilidade dos compostos bioativos.
PALAVRAS-CHAVES: Microencapsulação. Compostos bioativos. Malpighia emarginata D.C.
PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Tecnologia de Alimentos
ESPECIALIDADE: Tecnologia de Produtos de Origem Vegetal
RESUMO:

A acerola é uma fruta reconhecida mundialmente por ser uma excelente fonte de ácido ascórbico. Diversas pesquisas têm apresentado seu elevado potencial para outros importantes compostos bioativos, tais como antocianinas, flavonóides e carotenóides, os quais estão associados ao possível controle de doenças com efeitos promissores a saúde humana. O resíduo de acerola verde possui elevados teores de compostos fenólicos que não foram totalmente extraídos durante o processo. Há uma tendência crescente para o aproveitamento e adição de valor a esses resíduos. No entanto, o uso destas substâncias naturais acaba sendo limitado, uma vez que grande parte dos constituintes responsáveis pelas propriedades biológicas é altamente instável. Desta forma, o objetivo deste trabalho será extrair, caracterizar e microencapsular extrato de resíduo de acerola verde obtido do processo de produção de suco concentrado utilizando diferentes encapsulantes e avaliar o efeito do processo de secagem por atomização sobre a estabilidade dos compostos bioativos durante o armazenamento. Serão realizadas análises físico-químicas dos resíduos, oriundos de diferentes etapas do processo industrial. Em seguida, serão obtidos os extratos e avaliados quanto aos compostos fenólicos, flavonóides, atividade antioxidante e o screening dos compostos bioativos por Cromatografia Líquida acoplada ao Espectrômetro de Massa (UHPLC-QqQ-MS/MS), selecionando o melhor resíduo que dará continuidade no estudo. Posteriormente será feito a microencapsulação por secagem em spray dryer do extrato que apresentar melhor qualidade nos resultados. Após a obtenção dos pós, serão realizadas análises físicas, químicas e morfológicas. A partir disso, análise de estabilidade dos compostos fenólicos será realizada, onde as partículas microencapsuladas serão armazenadas por 180 dias. Como resultado, o desenvolvimento desse estudo visa promover avanços com o intuito de difundir processos de aproveitamento do conteúdo bioativo da acerola verde proveniente do setor agroindustrial.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2481282 - ALESSANDRA ALMEIDA CASTRO PAGANI
Externo à Instituição - MARINA DENADAI
Presidente - 6330812 - NARENDRA NARAIN

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15368-99f189d34b