UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 31 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de DEFESA: DANIELLE THAIS BARROS DE SOUZA LEITE
05/09/2017 14:23


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELLE THAIS BARROS DE SOUZA LEITE
DATA: 29/09/2017
HORA: 14:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE: SUBSIDIOS PARA O GERENCIAMENTO DA LOGÍSTICA REVERSA DE PNEUS INSERVIVEIS NO MUNICIPIO DE ARACAJU/ SE.
PALAVRAS-CHAVES: Sustentabilidade. Indicadores. Logística Reversa.
PÁGINAS: 86
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

RESUMO

A crescente quantidade de produtos de pós-consumo tem como consequência a poluição por contaminação, ou excesso de resíduos. Com o objetivo de reduzir esse impacto, as legislações ambientais relacionadas ao tema desobrigam gradativamente governos e responsabilizam empresas privadas pelo gerenciamento dos fluxos reversos dos produtos de pós-consumo. A logística envolve o processo que faz com que os produtos cheguem até as mãos do consumidor final, bem como o retorno. No mercado automobilístico, o fabricante é responsabilizado pela cadeia produtiva e pela reciclagem de seus componentes. Surge, por parte dos diversos atores da cadeia produtiva, interesse pela cadeia de logística reversa de pós-consumo de pneus automotivos e seu gerenciamento. A Lei de Resíduos Sólidos estabelece que fabricantes, distribuidores e comerciantes sejam obrigados a cuidar do recolhimento e destinação voltados à reciclagem. A logística reversa de pós-consumo de pneus automotivos é importante para a sustentabilidade porque propicia benefícios para as empresas, para a sociedade e para o meio ambiente. Com base no exposto, esta pesquisa teve como objetivo geral analisar a sustentabilidade ambiental, social e econômica da logística reversa de pneus inservíveis em Aracaju/SE, visando subsidiar o gerenciamento de pneus inservíveis por meio de indicadores, ferramenta utilizada para gerar um índice voltado a mensurar a sustentabilidade do sistema em análise. Com relação ao paradigma, a presente pesquisa se classifica como crítica. Possui natureza aplicada e é pragmática, uma vez que busca solução; e é política, pois busca mudanças. Trata-se de um levantamento e é do tipo descritivo. Foi realizada a caracterização da cadeia produtiva de pneus inservíveis em Aracaju/SE e construída uma matriz de indicadores de sustentabilidade com base no método DPSIR. Foram mensurados indicadores de sustentabilidade e elaborada uma escala voltada à criação de um índice de sustentabilidade. Foi realizada a avaliação dos indicadores voltados ao gerenciamento da logística reversa de pneus inservíveis. Como resultado foi encontrado o índice de sustentabilidade classificado como péssimo na escala proposta, comprovando que a cadeia de gerenciamento de logística reversa de pós-consumo de pneus inservíveis em Aracaju não atende aos pressupostos de sustentabilidade. Assim, o problema da externalidade negativa dos pneus inservíveis se trata de um exercício de economia neoclássica, resolvendo o problema do descarte; enquanto a logística reversa se trata da internalização dessa externalidade, podendo dar visibilidade econômica, o que seria um custo de oportunidade para reciclar em Aracaju. Dessa forma, visou-se propor ações voltadas a auxiliar no gerenciamento e destinação final de pneus na cadeia de logística reversa, contribuindo com futuras pesquisas, que poderão ser utilizadas na gestão integrada e no gerenciamento ambientalmente adequado dos resíduos sólidos, servindo inclusive como modelo para outros produtos sujeitos à logística reversa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 388007 - ADAUTO DE SOUZA RIBEIRO
Interno - 2579022 - GREGORIO GUIRADA FACCIOLI
Interno - 1316620 - ALCEU PEDROTTI
Externo ao Programa - 426291 - NAPOLEAO DOS SANTOS QUEIROZ
Externo à Instituição - FERNANDA CRISTINA CAPARELLI DE OLIVEIRA
Externo à Instituição - DANIELA VENCESLAU BITENCOURT
Externo à Instituição - LUIZ CARLOS PEREIRA SANTOS
Externo à Instituição - MARIA LUIZA RODRIGUES DE ALBUQUERQUE OMENA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18285-05ee143cb2