UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 28 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NARA VIEIRA DE SOUZA
04/09/2017 17:12


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NARA VIEIRA DE SOUZA
DATA: 21/09/2017
HORA: 15:30
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: O COTIDIANO BARRA-COQUEIRENSE E A DIMENSÃO SOCIOAMBIENTAL PARA O DESENVOLVIMENTO
PALAVRAS-CHAVES: Desenvolvimento Local, Espaço da Cidade, Dinâmica Socioambiental
PÁGINAS: 89
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A expansão do espaço ocupado no Brasil ocorre entre final do séc.XIX e início séc.XX, atrelada ao desenvolvimento configurado ao atual cenário de apropriação do uso e ocupação do solo, principalmente nos territórios de comunidades em áreas litorâneas, fundamentalmente pela atração de lucros em detrimento “quase sempre” do interesse social. Fatos e mudanças revelam que paisagens e o cotidiano de moradores de Barra dos Coqueiros,Sergipe, Brasil, locus dessa pesquisa, foram afetados pelo modelo de desenvolvimento adotado para atender aos empreendimentos imobiliários e comerciais instalados após a ponte Construtor João Alves. As denominações urbana e rural produzem fatores preponderantes para a extensão da cidade, para a construção do espaço, e para a forma de desenvolvimento do qual é determinado pela dinâmica socioambiental implantada nas cidades. No município em estudo, múltiplas formações se configuraram nas ‘verticalidades e horizontalidades’ do espaço, para atender aos contextos que surgiram com as mudanças estrutural e cotidiana após 2007. Assim, a referida tese objetiva compreender a concepção de desenvolvimento, decorrido das alterações no cotidiano dos moradores de Barra dos Coqueiros-SE, em razão dos empreendimentos surgidos no período de 2007 a 2017, na perspectiva do gerenciamento socioambiental enquanto parâmetros do desenvolvimento local. Desse modo, a pesquisa percorre uma perspectiva interdisciplinar de estudos, dialogando com a concepção do paradigma de sustentabilidade, repensando continuadamente nos modelos de crescimento vigente. A tese que se defende, afirma que os cotidianos de residentes na Barra dos Coqueiros-Sergipe, Brasil foram alterados com a dinâmica socioambiental após 2007, interferindo nas práticas dos sujeitos como produtores e na sua relação com os recursos naturais, pois o desenvolvimento instaurado não apresenta ações emancipatórias para a população. Metodologicamente para responder ao objetivo proposto, entendendo a complexidade do espaço e o desenvolvimento como contexto do cotidiano discutido foi escolhido utilizar o método dialético; com coleta de dados utilizando questionários e entrevistas semiestruturadas, num processo descrito de forma histórico-dialógico ao analisar as práticas e hábitos no cotidiano e dinâmica socioambiental.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo ao Programa - 704.191.914-53 - SÉRGIO LUIZ LOPES
Externo ao Programa - 644.397.985-00 - RONISE NASCIMENTO DE ALMEIDA
Externo ao Programa - 426495 - MARIA AUGUSTA MUNDIM VARGAS
Externo ao Programa - 1517885 - CESAR HENRIQUES MATOS E SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18277-8067e35817