UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: EDSON RAMOS DE OLIVEIRA COSTA
09/08/2017 11:21


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDSON RAMOS DE OLIVEIRA COSTA
DATA: 30/08/2017
HORA: 15:00
LOCAL: OBSCOM
TÍTULO: Mercado de música gospel: como nasce uma indústria cultural
PALAVRAS-CHAVES: música gospel; Comunicação; Economia Política; Indústria Cultural; mediação.
PÁGINAS: 174
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
RESUMO:

A pesquisa tem como problema central entender o que caracteriza e como funciona no Brasil o processo de geração de valor no mercado de produtos culturais evangélicos, comumente chamado gospel. O campo recortado é o mercado brasileiro de música gravada e suas ramificações, o objeto é a cadeia produtiva da música, analisada por meio do trabalho de artistas e executivos de gravadora, aplicativo de streaming de música e loja física de discos. O referencial teórico adotado é o da Economia Política da Comunicação, por meio de dois conceitos centrais: Indústria Cultural e mediação. O método expositivo adotado é o materialismo histórico/dialético, por meio do qual se pretende pensar o mercado gospel como um fenômeno complexo, formado pela relação entre as macroestruturas sociais e econômicas e pelas particularidades históricas e culturais de um segmento. A hipótese de partida é que o termo gospel discrimina a música evangélica das demais em função de responder a uma característica da cultura evangélica brasileira; porém, isso não fere a geração de valor na cadeia produtiva da música, nem impede que esse mercado segmentado se transforme em mais uma manifestação do papel de mediação cumprido pela indústria cultural. As técnicas empregadas foram análise bibliográfica e documental, entrevista estruturada e semiestruturada com artista e executivos, e o método biográfico, por meio da narrativa das carreiras de alguns artistas não entrevistados. A hipótese foi confirmada, e mais: a diferenciação que o termo gospel trás não depende da música ou do público, mas sim do artista, e dos demais executivos, e da fé que professam. Assim, as particularidades da música gospel também estão adequadas ao surgimento de uma indústria cultural.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2212799 - VERLANE ARAGAO SANTOS
Interno - 426453 - CESAR RICARDO SIQUEIRA BOLANO
Externo à Instituição - LEONARDO GABRIEL DE MARCHI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307