UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 07 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS RIBEIRO DOMINGUES
09/08/2017 09:58


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCAS RIBEIRO DOMINGUES
DATA: 11/08/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Mini-Auditório do CCET
TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE FLUIDOS DE PERFURAÇÃO DE EMULSÃO INVERSA A BASE DE ÉSTERES DE ÓLEOS E GORDURAS RESIDUAIS DE FRITURA
PALAVRAS-CHAVES: fluido de perfuração, ésteres, reologia, estabilidade elétrica, estabilidade térmica, estabilidade oxidativa.
PÁGINAS: 116
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Processos Industriais de Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Processos Orgânicos
RESUMO:

Os fluidos de perfuração sintéticos á base de ésteres vem sendo cada vez mais utilizados comosubstituintes dos fluidos a base de óleo diesel e óleo mineral, devido as preocupaçõesambientais, pois além de terem as mesmas características e rendimento, apresentam o nível detoxidade biodegradabilidade muito inferior quando comparados com os fluidos compostos dosderivados de petróleo. O sucesso e o custo das operações de perfuração dependemfundamentalmente da qualidade do fluido utilizado e estes exercem, devidamente, suasfunções quando suas propriedades reológicas, tais como, viscosidade plástica, limite deescoamento e forças géis (final e inicial), são ajustadas para cada tipo de situação desejada.Posto isto o presente estudo visou o desenvolvimento de fluidos de perfuração de emulsãoinversa, com baixa toxidade e alta eficiência, utilizando o éster produzido através de óleos egorduras residuais de fritura (OGR) como fase contínua. Foi realizado um planejamentofatorial 2 3 , a relação água/óleo e as concentrações de agente molhante e de emulsificanteforam variados em dois níveis com três repetições no ponto central, totalizando onzeformulações. Foi avaliado através do teste de análise de variâncias (ANOVA), com um nívelde significância de 95 %, como e quais aditivos influenciaram nas propriedades reológicas,tixotrópicas e na estabilidade elétrica dos fluidos produzidos. Foram analisadas também asestabilidades elétrica e termo-oxidativa, obtendo resultados satisfatórios para os fluidos. Ocomportamento reológico também foi avaliado em três temperaturas distintas, 30, 50 e 70 °Ce os dados foram ajustados aos modelos de Bingham, fluido de potência e Herschel-Bulkley,foi constatado que o modelo de fluido binghamiano é capaz de representar o comportamentodos fluidos desenvolvidos. A razão óleo/ água de 75/25, a concentração e emulsificante de1.11 % m/m e concentração de 0.16 % m/m de agente molhante obtiveram os melhoresresultados para as propriedades analisadas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2031182 - ACTO DE LIMA CUNHA
Presidente - 426680 - GABRIEL FRANCISCO DA SILVA
Externo à Instituição - MARIA SUZANA SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5