UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: JOÃO PAULO ANDRADE LIMA
25/07/2017 15:33


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÃO PAULO ANDRADE LIMA
DATA: 15/08/2017
HORA: 14:30
LOCAL: UFS
TÍTULO: UM EXPERIMENTO PARA AVALIAR UMA PLATAFORMA DE PROCESSAMENTO, DIGITALIZAÇÃO E INTERFACEAMENTO DE SINAIS BIOMÉDICOS
PALAVRAS-CHAVES: Filtragem. Digitalização. Sinais biomédicos. Usabilidade.
PÁGINAS: 206
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Sistemas de Computação
ESPECIALIDADE: Hardware
RESUMO:

Sinais são fenômenos que transmitem informação, mas na maioria das vezes em
que são utilizados na área biomédica, somente a aquisição do sinal não é suficiente,
pois o sinal possui ruído e precisa ser processado, ou seja, filtrado. Mesmo que seja
possível lidar com formas de ondas em tempo contínuo, é geralmente conveniente
convertê-los em uma forma numérica antes do processamento, uma vez que o
processamento digital é mais eficiente e flexível do que o analógico. Na área de
engenharia biomédica, está disponível um grande número de métodos e algoritmos
de processamento de sinal digital, no entanto, não é fácil implementar novas
técnicas. Dessa forma, este trabalho desenvolveu o "ProDIS", uma plataforma de
processamento, digitalização e interfaceamento de sinais biomédicos, nesse caso o
eletrocardiograma, o eletromiograma e o eletro-oculograma, que permite o acesso
experimental à operação de filtros digitais, seus algoritmos e seus efeitos. Ademais,
potencializa a prototipagem rápida de aplicações, visto que visa diminuir a
sobrecarga em termos de tempo de desenvolvimento quando novos recursos ou
funcionalidades são necessárias. Além de tornar a aquisição e/ou o estudo de sinais
biomédicos fácil e acessível a todos, desde estudantes, investigadores e pessoas
com interesse em trabalhar na área da engenharia biomédica. A avaliação da
plataforma ocorreu por meio de um estudo experimental que avalia a usabilidade da
plataforma proposta além de mensurar a curva de experiência da mesma, mediante
observação do tempo de execução dos experimentos. Por fim, os resultados
mostraram que não há diferença estatística entre as médias de usabilidade e entre
as médias dos tempos de execução dos grupos avaliados, como também
forneceram evidências de que a ProDIS possui uma usabilidade excelente e uma
curva de aprendizagem rápida.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1692341 - EDWARD DAVID MORENO ORDONEZ
Interno - 1979373 - DANIEL OLIVEIRA DANTAS
Externo ao Programa - 1763997 - JOSE RONALDO DOS SANTOS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5