UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDA ARAÚJO FELIPE
24/07/2017 09:59


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FERNANDA ARAÚJO FELIPE
DATA: 24/07/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: GAMETERAPIA NO TRATAMENTO DE QUEIMADOS: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO E REVISÃO SISTEMÁTICA
PALAVRAS-CHAVES: Realidade virtual, reabilitação, queimados, Nintendo Wii.
PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

A realidade virtual (RV) é uma técnica inovadora que se baseia em tecnologia computadorizada, cria espaços e objetos virtuais, com os quais os usuários interagem de modo tridimensional através de jogos. Há mais de uma década que os videogames interativos como Nintendo Wii, Xbox e PlayStation tem sido utilizado na reabilitação em pacientes com afecções musculoesqueléticas decorrentes de doenças neurológicas, ortopédicas e reumáticas. Recentemente a gameterapia também vem sendo testado como um adjuvante analgésico não-farmacológico em pacientes queimados. O objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão sistemática sobre os instrumentos avaliativos utilizados no tratamento da RV em pacientes com afecções motoras, realizar levantamento dos dados sociodemográficos e características clínicas da Unidade de Terapia de Queimados (UTQ) do Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE) e avaliar o efeito da gameterapia como ferramenta de reabilitação funcional em pacientes queimados da UTQ/HUSE. Trata-se de um estudo clínico, longitudinal e quantitativo, desenvolvido com 20 pacientes queimados, distribuídos pelo método de randomização simples em 02 grupos (n= 10 em cada grupo): o primeiro grupo (nintendo Wii esporte), reabilitação com o nintendo Wii esporte durante 30 min; o segundo grupo (fisioterapia convencional), tratamento através de exercícios que se assemelhavam aos movimentos realizados na gameterapia. Todos os pacientes foram submetidos a 10 sessões de fisioterapia convencional ou nintendo wii esporte durante 30 minutos por dia. As variáveis avaliadas foram: teste de força de preensão palmar (dinamometria), pressões respiratórias máximas (PImáx e PEmáx), teste de caminhada de seis minutos (TC6) , nível de independência funcional (MIF), ansiedade e dor determinada pela Burns Specific Pain Anxiety Scale (BSPAS), sendo estas aplicadas em três momentos (admissão, após a 5ª sessão e no dia da alta hospitalar). Através da revisão sistemática foi possível observar que as ferramentas mais utilizadas para avaliação de protocolos de gameterapia são equilíbrio, função e a qualidade de vida. Os intrumentos mais utilizados foram a Escala de Equilíbrio de Berg (BBS), Avaliação de Fugl Meyer (FMA) e Escala de Impacto de Stroke (SIS). A revisão sistemática demonstrou que os ganhos funcionais obtidos com a terapia através da RV foi tão eficaz quanto a fisioterapia motora convencional. O levantamento realizado na UTQ/HUSE mostrou uma média de atendimento anual por queimadura de 231 pacientes, com predominância do sexo masculino (62%), com atendimento ao médio queimado (68%), sendo os membros superiores (27,6%) a região corporal mais atingida. Líquidos quentes (44%) é o principal agente causal. O estudo comparitivo entre os protocolos fisioterapêuticos demonstrou que em ambos os grupos houve aumento significativo da saturação parcial de oxigênio (GFt: p= 0,0003 e Gwii: p < 0,01, respectivamente) e na MIF (GFt: p= 0,01 e Gwii: p= 0,002). Todas as outras variáveis tiveram aumento no decorrer do tratamento em ambos os grupos, porém não tiveram diferenças significativas intra e intergrupo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2013648 - VITOR OLIVEIRA CARVALHO
Externo ao Programa - 2069360 - PAULO MÁRCIO PEREIRA OLIVEIRA
Externo ao Programa - 3573579 - ANDRÉ SALES BARRETO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69