UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RAYSA MANUELLE SANTOS ROCHA
10/07/2017 15:25


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAYSA MANUELLE SANTOS ROCHA
DATA: 13/07/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: Melhora do perfil antropométrico e metabólico após intervenção nutricional em pacientes com hepatite C em terapia medicamentosa tripla
PALAVRAS-CHAVES: Hepatite C Crônica. Estado Nutricional. Tratamento Farmacológico
PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
RESUMO:

A hepatite C é uma doença infecciosa caracterizada por inflamação hepática ocasionada pelo vírus da hepatite C (VHC). Devido à severa repercussão clínica para os indivíduos infectados e ao impacto econômico para os sistemas de saúde, é considerada um problema de saúde pública com dimensões mundiais. As implicações da hepatite C vão além de complicações hepáticas, refletindo em manifestações metabólicas sistêmicas com consequente efeito deletério no curso clínico da doença. A necessidade em investigar estratégias de cuidado assistencial a esses indivíduos, uma vez que a terapia medicamentosa apresenta capacidade insuficiente na reversão dessas disfunções, justifica a relevância deste estudo que objetivou acessar a evolução do estado nutricional e perfil bioquímico após intervenção nutricional em pacientes com hepatite c em terapia medicamentosa tripla. Trata-se de um estudo do tipo observacional transversal realizado com dados de prontuários clínicos e registros de nutrição de pacientes com hepatite C crônica, adultos ou idosos em terapia tripla assistidos no ambulatório do Hospital Universitário de Sergipe. O plano alimentar individualizado foi entregue após a primeira consulta onde foram realizadas as avaliações antropométricas, ingestão alimentar e coletados dados do perfil bioquímico. Foi analisado o alcance da resposta virológica sustentada após o término do tratamento medicamentoso. Observou-se melhora significativa nos seguintes indicadores: peso (p < 0,001), índice de massa corporal (p < 0,001), redução dos percentuais de indivíduos com risco (p = 0,002) e risco substancialmente aumentado (p < 0,001) para a Circunferência da Cintura (CC), e redução do percentual de indivíduos em risco (p < 0,001) de acordo com a Relação Cintura Estatura (RCEst). Com relação aos parâmetros bioquímicos, verificou-se redução significativa nos valores de glicemia de jejum (p = 0,014), colesterol total (p < 0,001), LDL colesterol (p < 0,001). Além disso, tanto entre os pacientes que alcançaram a resposta virológica sustentada, quanto entre os que não obtiveram sucesso terapêutico, houve redução significativa na prevalência de indivíduos com alterações de glicemia de jejum. A partir destes resultados, sugere-se que a intervenção nutricional, concomitante ao tratamento medicamentoso, pode representar uma abordagem terapêutica eficaz no combate às manifestações sistêmicas associadas à hepatite C.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1636296 - ANALICIA ROCHA SANTOS FREIRE
Externo à Instituição - GENILDE GOMES DE OLIVEIRA
Interno - 1695058 - MARCO ANTONIO PRADO NUNES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5