UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 28 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: OLAVO JOSÉ MARQUES FERREIRA
10/07/2017 11:03


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: OLAVO JOSÉ MARQUES FERREIRA
DATA: 17/08/2017
HORA: 14:00
LOCAL: SALA 2 - PPGAGRI
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO DE HÍBRIDOS DE PINHÃO-MANSO QUANTO A QUALIDADE DE SEMENTES E MUDAS COM POTENCIAL USO EM BIOENGENHARIA
PALAVRAS-CHAVES: Patentes; Raios-X; Maturação; viabilidade; Bioengenharia
PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Plantas do gênero Jatropha são importantes para diversos produtos além da produção de óleo para biocombustíveis. Na medicina tradicional partes das plantas são utilizadas para o tratamento de diversas enfermidades. Os compostos das Jatropha curcas apresentam atividades biológicas que permitem pesquisas na área farmacológica, comprovadas em levantamento prospectivo nas bases de dados de patentes e artigos, com comprovação de atividades antibacteriana, bactericida, antifúngica, antitumoral medicinal e cicatrizante. A propagação do pinhão-manso pode ser realizada por estacas, enxertia ou de forma seminífera. Plantas originadas de sementes tem alta variabilidade genética, promovem bom desenvolvimento de raiz pivotante, contudo produção tardia. Na propagação por estacas, os indivíduos apresentam as mesmas características da planta mãe, desenvolvem raízes secundárias e são mais precoces na produção de frutos. Devido ao rápido desenvolvimento vegetativo das plantas propagadas por estacas, o pinhão-manso foi avaliado segundo o “Protocolo de investigação para capacidade de propagação vegetativa” para ser usado em técnicas de bioengenharia. A bioengenharia pode ser apresentada como a integração dos conhecimentos de engenharia civil, agronômica e a biologia de modo a estabilizar camadas de taludes marginais visando a conservação do solo. Esta estabilização prioriza o uso de plantas com boas características de desenvolvimento. Desta forma, este trabalho de tese visa à seleção de plantas de 10 híbridos de pinhão-manso para avaliação do desenvolvimento em três períodos de crescimento, levando em consideração aspectos morfológicos, índice de pegamento e índice de qualidade de Dickson, bem como parâmetros genéticos. Esses mesmos híbridos foram avaliados quanto a qualidade das sementes produzidas. A germinação pode ser afetada pela variabilidade genética, presença de óleos nas sementes e o grau de maturidade fisiológica dos frutos. A maturidade fisiológica é definida como a fase de desenvolvimento, na qual a colheita é recomendada visando qualidade de sementes. O uso de testes rápidos como o de raios-X permite a avaliação das estruturas internas das sementes. A realização do teste de germinação auxilia na avaliação da qualidade fisiológica. Com base nisto, foram utilizados frutos em dois estádios de maturação: secos (coloração variando de marrom a preto) e em início de maturação (coloração amarela, podendo ou não apresentar manchas marrons). A partir dos testes realizados foi possível identificar combinações híbridas e estádios de desenvolvimento de combinações híbridas com potencial para a produção de sementes com qualidade. Dez (10 híbridos de pinhão-manso estão sendo avaliados quanto à produção de sementes com qualidade e vigor, e também testados quanto ao potencial de uso na bioengenharia.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Externo ao Programa - 1201910 - FRANCISCO SANDRO RODRIGUES HOLANDA
Interno - 1352277 - GENESIO TAMARA RIBEIRO
Presidente - 2483844 - RENATA SILVA MANN

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2