UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 23 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDERSON LEITE FREITAS
04/07/2017 09:57


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDERSON LEITE FREITAS
DATA: 12/07/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Mini-Auditório do CCBS/UFS
TÍTULO: Avaliação da Cicatrização de Feridas por Hidrogel Contendo Hyptis pectinata (l.), Composta de Flavonoides, em Ratos.
PALAVRAS-CHAVES: cicatrização; plantas medicinais; Úlceras varicosas; Meta-análise
PÁGINAS: 52
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

Úlceras venosas são um problema muito comum e muito caro. Geralmente são decorrentes da insuficiência venosa crônica. Nos EUA a cada ano 600.000 americanos sofrem com úlcera venosa (UV) e isso representa um custo de 1,5 a 3,0 bilhões de dólares para sistema de saúde, o que equivale a 2% dos gastos com saúde pelo país norte americano. O uso de plantas medicinais tem aumentado principalmente em países desenvolvidos como a Alemanha, por ter boa eficácia, poucos efeitos adversos e baixo custo. A Organização Mundial de Saúde tem incentivado desde 1978 o uso de plantas medicinais e o Brasil desde 2005 tem feito políticas públicas com o intuito de incentivar o uso de plantas medicinais e fitoterápicos. Para tento temos como objetivo realizar um levantamento bibliográfico (revisão sistemática) acerca dos fitoterápicos com efeito cicatrizante avaliar a cicatrização do extrato aquoso de Hyptis Pectinata (L.) incorporado ao hidrogel em modelo animal de feridas cutâneas. A pesquisa inicial produziu 3.505 artigos e 7 foram selecionados para inclusão na revisão sistemática. Dos estudos incluídos, 7 (100%) avaliaram a redução da área de úlcera, 4 (57,14%) avaliaram reepitelização, 2 (28,57%) avaliaram a flora bacteriana e 1 (14,28%) avaliaram a pressão de oxigênio e dióxido de carbono percutâneo. O nível de evidência indicou que 5 estudos (71,42%) foram classificados no nível dois e 2 (28,57%) foram classificados no nível três. A avaliação da qualidade foi realizada com a escala de Jadad, que prevalece na literatura. O índice de qualidade do questionário Jadad varia de 0 a 5, os estudos analisados tiveram uma média de 2,5. Uma meta-análise foi realizada em dois estudos que analisaram os efeitos do hidrogel incorporado com Mimosa tenuiflora no tratamento da úlcera venosa e incluíram 42 pacientes com idade média de 60,5 anos e duração média de tratamento de 10,5 semanas. A heterogeneidade foi avaliada utilizando I2 obtivemos um alto valor de 84%. Concluímos que, apesar da eficácia da incorporação de Ageratina pichinchensis no gel, o hidrogel que incorporou M. tenuiflora pareceu ser um candidato promissor para o tratamento de úlceras venosas. Foram realizados experimentos com 3, 7. 14 e 21 dias em modelos animais de lesões para avaliar a cicatrização. As lesões tratadas com HP5 no tempo de 3 dias obtiveram uma redução significativa (p<0,05) em relação ao grupo CLT. A lesões tratadas com HP5 por 7 dias reduziram significativamente (p<0,05) em relação ao grupo P5. As lesões acompanhadas por 14 dias tratadas com HP5 houveram uma redução significativa (p<0,05) em relação as lesões do grupo tratado com CTL, mas não significativa ao grupo tratado com P5. Portanto temos um fitoterápico em potencial para acelerar o processo de cicatrização.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1695058 - MARCO ANTONIO PRADO NUNES
Externo ao Programa - 2390896 - TAMIRES CARDOSO LIMA DE CARVALHO
Externo ao Programa - 1694328 - WELLINGTON BARROS DA SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5