UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 08 de Dezembro de 2022

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MICHEL FRANKLIN DOS SANTOS
20/06/2017 16:14


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MICHEL FRANKLIN DOS SANTOS
DATA: 22/06/2017
HORA: 10:00
LOCAL: Miniauditório CCET
TÍTULO: EXTRAÇÃO DE ÓLEO DE SEMENTE DE GRAVIOLA (Annona muricata L.) E MANGABA (Hancornia speciosa Gomes): Estudo Cinético e Avaliação da atividade antioxidante
PALAVRAS-CHAVES: Semente de Graviola, Semente de Mangaba, Extração, Cinética, Atividade Antioxidante.
PÁGINAS: 82
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Química
SUBÁREA: Processos Industriais de Engenharia Química
ESPECIALIDADE: Processos Orgânicos
RESUMO:

Os antioxidantes são compostos que atuam na prevenção da oxidação de alimentos por combinação da eliminação de radicais livres, metais quelantes pró-oxidativos, extinção do oxigênio singleto e fotossensibilizadores, que de forma geral, possuem efeitos benéficos à saúde humana e previnem a deterioração de alimentos. Resíduos agroindustriais de frutas tropicais muitas vezes são descartados de modo inadequado gerando diversos problemas ao meio ambiente. Assim, é oportuno a busca de processos que possam agregar valor a esses subprodutos da indústria alimentícia, a exemplo das sementes de Graviola (Annona muricata L.) e de Mangaba (Hancornia speciosa Gomes), que são fontes potenciais de compostos antioxidantes como os polifenóis. Várias são as técnicas de extração convenientes para a extração desses bioativos que vão desde técnicas convencionais com solventes orgânicos (maceração, Soxhlet, hidrodeslitação) a extrações alternativas com fluidos pressurizados (extração com fluido supercrítico e extração com líquido pressurizado). Diante deste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar a atividade antioxidante dos óleos de sementes de Mangaba e Graviola por diferentes técnicas de extração, bem como estudar o comportamento cinético da extração em condição supercrítica e com líquido pressurizado. As técnicas de extração supercrítica e com etanol pressurizado foram executadas com a variável pressão na faixa de 100-200 bar e temperatura de 40ºC-80ºC e o vazão de etanol pressurizado de 0,5-1,0 mL/min. Os resultados obtidos para rendimento de óleo com a extração com fluido supercrítico foram melhores quando se utilizou cossolvente etanol 10,9% (m/m) e 8,3% (m/m) na condição de 200 bar e 40ºC para as sementes de graviola e mangaba, respectivamente. Na extração com etanol pressurizado o rendimento foi em torno de 12% (m/m) para semente de graviola na condição de 100 bar, 80 ºC e vazão 1 mL/min, já para a semente de mangaba o rendimento foi 8,3% (m/m) na condição de 200 bar; 80ºC e vazão 1 mL/min. Referente a extração com Soxhlet os rendimentos obtidos foram de 36% (m/m) e 23,3% (m/m) para as sementes de graviola e mangaba, nessa ordem. A maior quantidade de compostos fenólicos foi obtida para a técnica de extração com etanol pressurizado 4751,1 mg EAG/100 g de óleo obtido na condição de pressão igual a 100 bar; temperatura 80 ºC e vazão 1 mL/min, consequentemente obteve-se melhor valor de atividade antioxidante medida pela redução do radical DPPH, com IC50 de 321,0 µg/mL de óleo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2462308 - EDILSON DE JESUS SANTOS
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Interno - 1542165 - JOSE JAILTON MARQUES
Externo ao Programa - 2193695 - JEFFERSON ARLEN FREITAS

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2022 - UFRN v3.5.16 -r18160-36a7f68df5