UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: GABRIEL BARRETO DE MELO
26/04/2017 16:23


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GABRIEL BARRETO DE MELO
DATA: 24/05/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala a ser definida pelo PROPADM
TÍTULO: GOVERNANÇA CORPORATIVA E DESEMPENHO DAS AÇÕES DE EMPRESAS APÓS IPO NO BRASIL ENTRE 2009 E 2014
PALAVRAS-CHAVES: Governança Corporativa, Oferta Inicial de Ações, Desempenho Financeiro.
PÁGINAS: 45
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração de Empresas
ESPECIALIDADE: Administração Financeira
RESUMO:

Governança corporativa vem sendo uma temática bastante estudada na literatura acadêmica em Finanças no Brasil nos últimos anos. Mecanismos de prevenção de conflitos entre os acionistas, formas de proteção dos interesses dos acionistas minoritários, transparência nas ocorrências empresárias, estrutura de propriedade e controle, são pontos em destaque nas pesquisas mais recentes. No entanto, existe um espaço importante de estudo quando o contexto a ser analisado é a abertura de capital de empresas no Brasil, já que se trata de uma transição de estrutura societária na qual os empreendedores passam a acessar uma nova fronteira de financiamento para expansão empresarial, ao mesmo tempo em que surgem obrigações para com o mercado de capitais centralizadas em mecanismos de governança corporativa. Dentro deste contexto, o principal objetivo da presente pesquisa foi analisar como o desempenho das ações de novos ingressantes no mercado (IPOs) se relaciona às dimensões de governança corporativa no período de um ano após a respectiva abertura de capital. A pesquisa concentrou-se no período de 2009 a 2014, ciclo de IPOs que ocorreu num contexto pós-crise internacional. A amostra total compõe-se de 42 empresas e os dados foram extraídos de prospectos definitivos de emissão primária de ações, bem como de bases online de cotações das ações. Em seguida foram realizadas análises entre as variáveis em estudo utilizando as técnicas correlação e de regressão linear múltipla com algoritmo stepwise backward, sendo que a variável desempenho das ações teve como benchmark o Ibovespa. O estudo chega à conclusão de que, para a amostra investigada, o tamanho do conselho de administração e a participação de conselheiros independentes apresentaram relações inversamente proporcionais e significantes com a variável retorno anormal, representante da dimensão desempenho acionário.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1610122 - MOISES ARAUJO ALMEIDA
Interno - 1662887 - MARIA ELENA LEON OLAVE
Externo à Instituição - EDILSON DOS SANTOS SILVA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5