UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Setembro de 2021


Notícias

Banca de DEFESA: JOSÉ ISRAEL PEREIRA LEANDRO
15/04/2017 09:51


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ ISRAEL PEREIRA LEANDRO
DATA: 17/04/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de reuniões do NIPEC
TÍTULO: MULTIDOLIDADES E LEITURA DE CARTAZES DE FILMES
PALAVRAS-CHAVES: Multimodalidade; Leitura de cartazes de filmes, Gramática do designer visual, Gêneros discursivos
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Língua Portuguesa
RESUMO:

Este TCF apresenta uma prática de leitura de cartazes de filmes para as aulas de Língua Portuguesa das séries finais do Ensino Fundamental. Sua constituição partiu do princípio de que a concepção de leitura e de produção textual, na atualidade, passa por um momento de profundas mudanças conceituais e metodológicas. Por causa disso, esta proposta busca compreender o texto numa perspectiva multimodal: um elemento heterogêneo da linguagem que pode combinar tanto a linguagem verbal quanto quaisquer outros tipos de linguagens para a criação de mensagens. Partindo-se dessa compreensão plural da linguagem, propõe-se uma prática de leitura do cartaz de filme a partir de seus recursos composicionais. Metodologicamente, por se tratar de um estudo sobre o gênero cartaz de filme que se materializa em situações reais de uso, esta pesquisa traz um estudo sobre a questão da multimodalidade, dos multiletramentos e das novas Tecnologias da Comunicação e Informação TICs, para então usar essas teorias no locus onde elas foram aplicadas. Como fundamentação teórica principal serão discorridas as concepções sobre multimodalidade e multiletramentos segundo Rojo (2012), Dionisio (2005), as concepções sobre leitura em Rouxel (2014), as concepções sobre Gramática do Design Visual (GDV) de Kress e van Leeuwen (1996), e muitos outros autores. Além desses conceitos, discute-se também o ensino do idioma numa perspectiva tradicional em contraposição a um ensino como interação, compreendido como um processo sócio-histórico e cultural. Também se aprofunda o debate sobre gêneros textuais e como as TICs contribuem para a criação e divulgação deles, neste sentido, o debate sobre as TICs dialoga com a abordagem feita sobre a relevância que os Objetos de Aprendizagem (OAs) oferecem a aprendizagem de alunos e professores. Por se tratar de um trabalho realizado para a leitura de imagens, é realizado um estudo dos cartazes de filmes que representam o corpus desse trabalho. Como fundamentação teórica, faz-se uso dos postulados da GDV nas palavras de Magalhães (2013), Santos (2011) Moraes (2011) Almeida (2012) e muitos outros autores. Após todas estas discussões temos a apresentação de uma série de atividades realizadas em sala que procuram conferir a importância dos conceitos apresentados nessa proposta. Quem fundamenta essa prática é Gil (2002) e Dell’ Isola (2007). Como proposta pedagógica para este trabalho, apresentamos como produto a criação de um vídeo pedagógico (um OA) que condensa os conceitos trabalhados nesta dissertação e apresenta uma proposta de análise de cartazes de filmes para despertar nos alunos as práticas de análise dos testos multimodais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 95283 - CARLOS MAGNO SANTOS GOMES
Interno - 2225701 - ANA FLORA SCHLINDWEIN
Externo à Instituição - SIMONE SILVEIRA DE ALCÂNTARA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r16104-201f40f5e2