UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: LARISSA PAES LEME GALVÃO
13/03/2017 09:25


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LARISSA PAES LEME GALVÃO
DATA: 24/03/2017
HORA: 08:00
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: Aspectos clínicos e polimorfismos no gene do IL1B em mulheres com pré-eclâmpsia
PALAVRAS-CHAVES: Gestação, Hipertensão, Pré-eclâmpsia, Interleucina-1, Polimorfismos Genéticos, Near miss.
PÁGINAS: 76
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

Pré-eclâmpsia (PE) é uma das principais causas de near miss materno e morte materna no Brasil e no mundo e é caracterizada pela ocorrência de hipertensão e proteinúria na gestação. O componente genético materno e fetal na participação da PE é irrefutável, e em associação com fatores de risco pessoais e ambientais que interagem entre si e determinam em alguns indivíduos a ocorrência e a gravidade da doença. Em fase precoce da gestação, citocinas podem causar um processo inflamatório exagerado, causando lesão endotelial e estresse oxidativo. Na PE, e considerando-se a variação étnica, essas citocinas são codificadas através de seu gene codificador, entre eles o gene do IL1B. Objetivos: Com o objetivo de investigar a associação entre polimorfismos no gene do IL1B em mulheres com PE e a influência de possíveis fatores de risco maternos e ambientais, realizou-se um estudo do tipo caso-controle em duas maternidades de referência no estado de Sergipe. Métodos: Uma entrevista foi realizada e o DNA de 456 voluntárias foi coletado para análise. Ressalta-se aqui a predominância de indivíduos melanodermas e feodermas: poucos estudos com esta população são encontrados na literatura utilizando essa população em particular relacionando o gene do IL1B e PE. A análise genética objetivou a representação do gene integralmente e para tanto quatro tagSNPs do gene da IL1B foram analisados, sendo eles: rs1143643, rs1143633, rs1143634 e rs1143630. A análise da associação entre os haplótipos e valores de p foram calculados usando o software THESIAS. Teste de qui quadrado, Teste de Fisher, Odds Ratio, intervalo de confiança e regressão logística foram realizados. Resultados: Fatores como obesidade, primiparidade, parto cesáreo e baixo nível de consciência no momento da admissão no serviço de saúde relacionaram-se à PE. Foi identificada evidência sugestiva da associação do alelo “T” no rs1143630 no grupo de mulheres com PE. Conclusão: Conhecer os processos que deflagram a PE é o primeiro passo para reduzir a ocorrência do near miss materno e morte materna no mundo. Em muitos aspectos, esse é um dos desafios mais importantes e urgentes da obstetrícia na atualidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1809293 - CLAUDIA CRISTINA KAISER PINTO
Externo à Instituição - Douglas Bernal Tiago
Externo ao Programa - 1643234 - LIGIA MARA DOLCE DE LEMOS
Externo à Instituição - Marcia Pereira Bueno
Presidente - 426673 - RICARDO QUEIROZ GURGEL

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5