UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 24 de Junho de 2021


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CECILIA SILVA DA ROCHA PITA
01/02/2017 09:09


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CECILIA SILVA DA ROCHA PITA
DATA: 09/02/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 02 do Polo de Gestão
TÍTULO: AVALIAÇÃO DA TOXICIDADE DOS SEDIMENTOS DE TRÊS ESTUÁRIOS SUL-SERGIPANOS PARA OS ORGANISMOS Nitokra sp E Tisbe biminiensis (Copepoda)
PALAVRAS-CHAVES: Contaminação, efeito crônico, granulometria, poluição, qualidade dos sedimentos, taxa de reprodução
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Ecologia
SUBÁREA: Ecologia de Ecossistemas
RESUMO:

O sedimento estuarino é um dos compartimentos mais importantes dos ecossistemas aquáticos, particularmente, devido a sua capacidade de reter diferentes contaminantes em maiores concentrações que a água adjacente, fazendo com que seu estudo seja essencial para avaliação da qualidade do ambiente. Dessa forma, este projeto tem como objetivo avaliar a toxicidade dos sedimentos coletados em três estuários sul-sergipano (Real, Piauí e Vaza-Barris) por meio dos testes de toxicidade que serão realizados com os microcrustáceos copépodes: Tisbe biminiensis e Nitokra sp. Os ensaios crônicos serão elutriato, interface sedimento-água e sedimento integral, com duração de 7 dias para T. biminiensis e 10 dias para Nitokra sp, afim se avaliar efeitos sobre a reprodução. As amostras de sedimentos serão caracterizadas quanto a granulometria, teores de carbonatos de cálcio e matéria orgânica. Os parâmetros físico-químicos serão medidos no início e fim de cada teste e para as análises estatísticas serão utilizados os programas R.3.3.1 e GraphPad Prism 5, objetivando identificar associações entre as variáveis, será empregada a Análise de Componentes Principais (PCA). Os procedimentos adotados seguirão normas da ABNT NBR para cada um dos testes, obedecendo todas as exigências para cultivo e testes. Os resultados obtidos servirão para avaliar o grau de contaminação dos sedimentos estuarinos sergipanos, de forma a obter informações diagnósticas sobre a toxicidade e assim, poder subsidiar políticas de monitoramento e gerenciamento ambiental.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1775420 - GUSTAVO LUIS HIROSE
Presidente - 1857524 - JEAMYLLE NILIN GONCALVES
Externo ao Programa - 2180134 - SILMARA DE MORAES PANTALEAO

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2021 - UFRN v3.5.16 -r15440-bf36319aa9