UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 21 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: ROSANA BARROSO FEITOSA ALCANTARA
31/01/2017 14:24


Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROSANA BARROSO FEITOSA ALCANTARA
DATA: 20/02/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 2 do PPGAGRI
TÍTULO: “Conservação in vitro, diversidade genética, quimica e atividade formicida do óleo essencial de Hyptis pectinataL. Poit "
PALAVRAS-CHAVES: crescimento lento; germoplasma; óleo essencial; diversidade genética; formigas cortadeiras
PÁGINAS: 116
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitotecnia
ESPECIALIDADE: Melhoramento Vegetal
RESUMO:

RESUMO:

O objetivo deste trabalho foi desenvolver protocolo de conservação in vitro, analisar a composição química das plantas conservadas in vitro e propagadas convencionalmente, avaliar a diversidade genética e química de plantas nativas do Estado de Sergipe e investigar o potencial formicida dos óleos essenciais de Hyptis pectinata. As plantas de H. pectinata foram conservadas sob regime de crescimento lento por um período de 270 dias, utilizando 25% dos sais MS na temperatura de 18ºC. Os óleos essenciais das plantas após a conservação e propagadas convencionalmente mostraram uma composição semelhante, variando apenas nos teores de cada constituinte. Os compostos encontrados em maiores concentrações nos óleos essenciais das populações nativas do Estado de Sergipe foram β-elemeno, β-cariofileno, germacreno D, (Z)-β-guaieno, óxido de cariofileno e calamusenona, os quais definiram a formação de dois grupos de acordo com a composição química e análise de agrupamento. Dos 34 primers testados para análise da diversidade genética, nove forneceram produtos de amplificação reprodutíveis e analisáveis, revelando 67 bandas com 100% de polimorfismo. Os indivíduos de H. pectinata coletados no Estado de Sergipe apresentaram baixa diversidade genética. Os óleos essenciais de H. pectinata e seus compostos majoritários foram eficientes no controle das formigas cortadeiras. As doses e concentrações necessárias para matar 50 % das populações de formigas variaram de 3,48 a 8,18 mg mg-1 e 0,59 a 2,15 mL L-1, respectivamente. Os óleos essenciais dos quimiotipos β-cariofileno e calamusenona foram cerca de 1,9 e 3,8 vezes para Acromyrmex balzani, e de 1,3 vezes para Atta sexdens rubropilosa mais potentes que seus respectivos compostos isolados, quando aplicados por contato. A maioria das misturas binárias dos compostos majoritários do óleo essencial de H. pectinata demonstraram um efeito aditivo, onde apenas alguns casos resultaram em antagonismo entre as moléculas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA VERUSKA CRUZ DA SILVA MUNIZ
Interno - 2241349 - ARIE FITZGERALD BLANK
Externo ao Programa - 1352277 - GENESIO TAMARA RIBEIRO
Presidente - 2307480 - MARIA DE FATIMA ARRIGONI BLANK
Externo à Instituição - THIAGO MATOS ANDRADE

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307