UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 02 de Fevereiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNO GOMES CUNHA
18/01/2017 08:05


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO GOMES CUNHA
DATA: 09/02/2017
HORA: 08:00
LOCAL: Prodema - sala a definir
TÍTULO: SERVIÇOS AMBIENTAIS EM ASSENTAMENTOS RURAIS NO ESTADO DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Sergipe; Serviços ambientais, Semi-árido, Litoral, Condições edafoclimáticas,
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Em Sergipe, existem 224 assentamentos rurais, de diferentes tipologias, em uma área superior a 189,5 mil hectares, reconhecidos pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA. Entende-se que, deve haver uma nova concepção de reforma agrária, sobrepondo a ideia de mera divisão de terra para os agricultores, passando a ser vista como um processo que deve ser planejado, que sirva como um instrumento social de reabilitação e reorganização de áreas rurais, já que os assentamentos rurais alteram a dinâmica dos serviços ambientais. Através das complexas interações das suas funções ecológicas, o solo fornece muitos serviços ambientais, uma vez que sua multifuncionalidade é a base da produção de alimentos, filtragem e purificação de água, ciclagem de nutrientes e outros bens essenciais à vida. É de suma importância a classificação das aptidões agrícolas das terras, avaliando seus potenciais/limitações/fragilidades de uso frente as ações antrópicas, pois o seu uso indiscriminado, sem considerar tais informações é uma das principais causas da degradação dos solos. Tem-se como hipótese principal deste estudo que os fluxos dos serviços ambientais se diferenciam para cada classe de aptidão agrícola das terras, havendo uma “sustentabilidade” nesta dinâmica, quando respeitado o potencial das terras. Assim, objetiva-se avaliar as relações entre as classes de aptidão agrícola das terras, sob diferentes formas de uso e manejo, com os serviços ambientais do solo, nos assentamentos rurais do Estado de Sergipe, em diferentes condições edafoclimáticas. Para isso, será feito o mapeamento dos solos e a aptidão agrícola das terras dos assentamentos rurais, inseridos em duas regiões fisiográficas distintas. Para a avaliação dos serviços ambientais selecionados, serão determinadas as produtividades das culturas e florestas (serviços de provisão); para os serviços de regulação, o estoque de carbono será utilizado como indicador, bem como, para os serviços hidrológicos, será utilizada da metodologia FOFA e o uso de indicadores ambientais, aplicados nas áreas de restrição ambiental. Como principais resultados, espera-se identificar os conflitos decorrentes do uso da terra; subsidiar as políticas ambientais e agrárias no Estado de Sergipe; e, aprimorar as metodologias para estudos dos serviços ambientais em assentamentos rurais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1316620 - ALCEU PEDROTTI
Interno - 388007 - ADAUTO DE SOUZA RIBEIRO
Externo ao Programa - 2019940 - ALEXANDRE DE SIQUEIRA PINTO
Externo à Instituição - INÁCIO DE BARROS
Externo à Instituição - FERNANDA CRISTINA CAPARELLI DE OLIVEIRA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18291-d8b5d91c4a