UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 25 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS ANDRADE DE SÁ
12/01/2017 08:53


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCAS ANDRADE DE SÁ
DATA: 24/01/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Mini Auditório do CCBS/UFS
TÍTULO: Cardioproteção induzida por p-cimeno em parâmetros contráteis e danos oxidativos provocados pelo infarto.
PALAVRAS-CHAVES: infarto agudo do miocárdio, estresse oxidativo, antioxidantes, p-cimeno.
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Enfermagem
RESUMO:

O infarto agudo do miocárdio (IAM) é consequência da diminuição do aporte de O2 e nutrientes devido a obstrução da vascular. Assim, resultando em baixa perfusão tecidual, com instalação do estresse oxidativo, além de apresentar sinais e sintomas consequentes da morte celular cardíaca. Apesar de grades avanços no desenvolvimento de terapias, como as modificações para estilo de vida mais saudável, incluindo dieta e atividade física regular, além dos tratamentos já empregados como a revascularização, as doenças cardiovasculares permanecem como uma das principais causas de morbidade e mortalidade no mundo. Nesse contexto, drogas derivadas de produtos naturais que apresentem ação antioxidante, como o p-cimeno, que dentre suas atividades descritas na literatura se destaca a antioxidante, podendo ser uma importante ferramenta terapêutica na prevenção e tratamento das lesões decorrentes do infarto. Assim, o objetivo do estudo foi esclarecer se o p-cimeno protege o tecido cardíaco dos danos contráteis e oxidativos provocados pelas lesões de isquemia e reperfusão (I/R) decorrentes do infarto em coração de ratos Wistar. Para tanto foi utilizado um sistema de perfusão do tipo Langendorff onde o coração isolado foi submetido à isquemia global. Ratos Wistar foram divididos em três grupos (Sham, Veículo e p-cimeno), sendo os dois últimos pré-tratados durante 7 dias com veículo ou p-cimeno e após este período, os corações dos animais foram submetidos a I/R, sendo que o grupo Sham não foi submetido a I/R. Foram mensurados a pressão desenvolvida pelo ventrículo esquerdo (PDVE), a derivada temporal de pressão ventricular (dP/dT), o índice de severidade de arritmias (ASI) e a lactato desidrogenase (LDH). Além de parâmetros do estresse oxidativo como a formação malondealdeido (MDA), hidroperóxidos totais, grupamentos sulfidrilas totais, além das atividades das enzimas antioxidantes catalase (CAT), superóxido dismutase (SOD), glutationa peroxidase (GPx) eglutationa redutase (GR). O estudo foi aprovado pelo comitê de pesquisa com animais (CEPA) e tem registrado a licença de protocolo #57/15. Os dados foram tabulados nos softwares Excel e Prisma 5.1, expressos como média ± erro padrão da média e o teste estatístico utilizado foi ANOVA one way, seguido do pós-teste de Bonferroni. Ficou constatado que o p-cimeno foi capaz de melhorar significativamente a contratilidade cardíaca após reperfusão com aumento de 70% (p<0,001), o índice de arritmias (5,8 ± 0,61 vs 9,4 ± 1,1; p<0,01), além da diminuição na formação do MDA (6.1 ± 0.56 vs 9.4 ± 0.58; p<0,01) comparados ao veículo. Além disso, houve um aumento significativo na atividade das enzimas CAT (0.010 ± 0.0013 vs 0,005 ± 0,0009; p<0,05), SOD(0,50 ± 0,03 vs 0,30 ± 0,03; p<0,01), GPx (0,50 ± 0,03 vs 0,13 ± 0,01; P<0,001) e GR (2,50 ± 0,20 vs 1,68 ± 0,06; p<0,01). O pré-tratamento com p-cimeno preservou a função contrátil cardíaca e reduziu danos oxidantes aos componentes celulares. Demonstrando significativos efeitos cardioprotetores contra I/R.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2307221 - DANILO LUSTRINO BORGES
Interno - 1698148 - ENILTON APARECIDO CAMARGO
Externo à Instituição - Éder Ricardo de Moraes

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5