UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 26 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: PATRICIA TAVARES DE ARAUJO
02/12/2016 12:26


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PATRICIA TAVARES DE ARAUJO
DATA: 06/12/2016
HORA: 09:30
LOCAL: MINI AUDITÓRIO DO CCSA
TÍTULO: Governança pública na Universidade Federal de Sergipe: uma análise angular da relação entre Auditoria Interna, Conselho Universitário e alta gestão
PALAVRAS-CHAVES: Governança pública, accountability, sistema de controle interno, auditoria interna.
PÁGINAS: 109
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração
SUBÁREA: Administração Pública
RESUMO:

O presente estudo tem por objetivo analisar em que aspectos a relação entre a cúpula administrativa (Conselho Universitário e alta gestão) e a Auditoria Interna/AUDINT da Universidade Federal de Sergipe/UFS alinha-se com as diretrizes propostas pela governança pública. O marco teórico foi estruturado em quatro partes: breve histórico da administração pública brasileira; governança pública – conceitos e elementos estruturantes; as auditorias internas nas instituições federais de ensino superior; e aplicabilidade da governança pública na UFS. A metodologia aplicada foi o estudo de caso único com abordagem qualitativa. As fontes de pesquisas utilizadas foram análise documental, observação direta e participante, análise de registros e realização de entrevistas, sendo os dados obtidos analisados pela técnica da Bardin. O modelo técnico eleito para comparação dos fluxos de processos entre Auditoria Interna e cúpula administrativa da UFS foi o International Professional Practices Framework/IPPF, desenvolvido pelo The Institute of Internal Auditor/IIA. Os resultados evidenciaram que: o regimento interno da Auditoria Interna carece de elementos essenciais estabelecidos pelo IPPF (missão, responsabilidades, impedimentos e livre acesso ao Conselho Universitário); o fluxo de reporte dos relatórios de auditoria é destinado, precipuamente aos gestores da instituição, sendo precária a interação entre AUDINT e CONSU; o foco da atuação da AUDINT são as atividades meio da instituição, cobrindo apenas de modo parcial o planejamento estratégico da instituição; existe um isolamento entre as ações da AUDINT e da cúpula administrativa, em especial do CONSU que não utiliza os relatórios da AUDINT para tomada de decisões estratégicas. Ante a necessidade de aprimoramento da interação entre a AUDINT e a cúpula administrativa da UFS, apresenta-se um plano de ações inspirado nas diretrizes que regem a governança pública.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JANE ALVES NASCIMENTO MOREIRA DE OLIVEIRA
Interno - 426291 - NAPOLEAO DOS SANTOS QUEIROZ
Presidente - 426589 - RIVALDO SAVIO DE JESUS LIMA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12712-85cc87cea5