UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 22 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CECÍLIA MARIA PASSOS VÁZQUEZ
16/11/2016 09:18


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CECÍLIA MARIA PASSOS VÁZQUEZ
DATA: 30/11/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Centro de Pesquisas Biomédicas/HU
TÍTULO: Estresse oxidativo e inflamação em adultos jovens saudáveis: Possíveis associações com componentes do risco cardiometabólico.
PALAVRAS-CHAVES: Peroxidação de Lipídeos, obesidade abdominal, estado nutricional e estudantes.
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Nutrição
RESUMO:

Os biomarcadores oxidativos desempenham importante papel na gênese deprocessos relacionados ao risco cardiometabólico. O presente projeto teve comoobjetivo investigar, em indivíduos jovens clinicamente saudáveis, um dosbiomarcadores do estresse oxidativo, a concentração plasmática da lipoproteína de baixadensidade oxidada (Oxidized Low Density Lipoprotein - LDL-ox), e um biomarcadorde inflamação, Receptor de disparo expresso em células mielóides (Triggering ReceptorExpressed Myeloid Cells -sTREM-1) e suas possíveis associações com parâmetrosantropométricos, de composição corporal, clínicos e bioquímicos relacionados ao riscocardiometabólico (RCM). Este estudo comtemplou indivíduos com idade entre 18 e 25anos, matriculados em instituições de nível superior em Sergipe. Os parâmetrosantropométricos e de composição corporal foram aferidos mediante técnicaspreviamente padronizadas e descritas na literatura. Esfigmomanômetro mecânico decoluna de mercúrio foi utilizado para a aferição da pressão arterial sistólica e diastólica.Após jejum de 12 horas, mediante punção venosa, foram coletadas amostras de sanguepara proceder as análises dos parâmetros bioquímicos. As amostras (soro e plasmasanguíneos) foram acondicionadas a -80°C até o momento do ensaio. Logo após ascoletas sanguíneas, as concentrações séricas de glicose, colesterol total, lipoproteína dealta (HDL-c) e baixa densidade (LDL-c) e triacilgliceróis foram analisadas por ensaioscolorimétricos ou turbidimétricos. A concentração de LDL-ox e sTREM-1 foi analisadapor ensaio imunoenzimático (ELISA). As comparações entre grupos, categorizadossegundo a presença de pelo menos um componente do RCM, foram realizadas medianteo teste t-Student. Para analise de correlação foi utilizado o teste de Pearson para rastreara associação entre as dosagens sanguíneas da LDL-ox e sTREM-1 e as demais variáveisde interesse. Modelos de regressão linear multivariada foram utilizados para identificaros fatores preditivos da dosagem da LDL-ox. Os componentes do RCM bem como osdemais parâmetros de risco relacionados foram comparados entre os gruposcategorizados pela distribuição em quartis da concentração da sTREM-1 utilizando oteste Kruskal Wallis. O intervalo de confiança foi de 95% e o nível de significânciaestatística de 5%. Participaram do estudo 187 indivíduos jovens, não obesos eclinicamente saudáveis com idade média de 21,5 ± 2,0 anos, sendo 77% pertencente ao sexo feminino. O componente do RCM mais frequente foi o baixo HDL-c (20,3%).Valores mais elevados dos parâmetros antropométricos, clínicos e bioquímicos foramobservados no grupo com um ou mais componentes do RCM. Os biomarcadores doestresse oxidativo e inflamação apresentaram correlação significativa com osparâmetros bioquímicos relacionados ao perfil lipídico e antropométricos relacionadosao peso e gordura abdominal. A fração lipídica VLDL-c mostrou maior efeito depredição da LDL-ox. Os indivíduos com maiores concentrações da sTREM-1 (Quartis 3e 4) apresentaram valores maiores para os parâmetros antropométricos relacionados aopeso e gordura abdominal quando comparados aqueles do primeiro quartil. Osestudantes universitários avaliados neste estudo, apesar de jovens e clinicamentesaudáveis, apresentam um ou mais componentes do RCM. Os biomarcadores de estresseoxidativo e inflamação (LDL-ox e s-TREM-1) se associaram com os componentes doRCM e demais parâmetros de risco relacionados.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1632071 - DANIELLE GOES DA SILVA
Externo ao Programa - 2021286 - LILIANE VIANA PIRES
Interno - 1511959 - TATIANA RODRIGUES DE MOURA

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12692-c69972fb69