UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 20 de Outubro de 2020


Notícias

Banca de DEFESA: FRANCILAINE DOS SANTOS LEMOS
25/08/2016 15:58


Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCILAINE DOS SANTOS LEMOS
DATA: 08/09/2016
HORA: 13:30
LOCAL: Auditório do CECH - DIDÁTICA III
TÍTULO: Os Assistentes Sociais e o CRAS: carreiras, conflitos e atuação profissional em Aracaju.
PALAVRAS-CHAVES: carreira profissional, assistência social, profissionalização, políticas públicas, causas públicas.
PÁGINAS: 153
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Esta dissertação tem como objetivo analisar as carreiras, os conflitos e a atuação profissional de assistentes sociais que atuam em Centros de Referência de Assistência Social – CRAS de Aracaju. Tratando-se especificamente de assistentes sociais que participam de ações profissionais voltadas para grupos vulneráveis, que posteriormente serão classificados como indivíduos em situação de risco e vulnerabilidade social, que são atendidos nestes centros de assistência social. Para dar conta de tal objetivo, é preciso compreender as condições sociais e históricas que possibilitaram o surgimento desta profissão no Brasil, assim como, analisar a inserção destes profissionais no âmbito da construção das causas públicas e das políticas públicas, que demonstra uma preocupação com a condição social destes indivíduos que se encontram em situação de risco e vulnerabilidade social. É preciso identificar também, como estes profissionais se organizaram em torno dessa problemática, e posteriormente nestas políticas. Como eles foram inseridos nestes centros de assistência social, qual a sua finalidade social e profissional, qual a posição destes profissionais frente à elaboração de políticas públicas voltadas para atores que possuem em sua trajetória um grande número de déficits sociais, assim como é o caso exemplificativo de crianças e adolescentes classificadas em situação de risco ou vulnerabilidade social, assim como, existem idosos, deficientes físicos, e outros grupos que podem necessitar de suporte assistencial por enfrentarem mesmo que pontualmente, algum tipo de situação de risco social. Portanto, irei analisar assistentes sociais que se apresentam como profissionais que lutam por causas sociais, assim como, irei analisar as representações sociais que estes profissionais têm de si mesmo e do mundo social do qual eles fazem parte, além de tentar compreender como se estabelece e como se mantêm a relação entre profissional e política pública. Quais os dilemas e conflitos enfrentados por estes profissionais em seus respectivos locais de trabalho, que são operadores de políticas públicas, mas que também são uma espécie de fiscais do governo, fiscais estes que carregam como causa profissional e social a garantia do bem estar social, promoção dos direitos sociais e a inviolabilidade dos direitos sociais, garantido pelo Estado e vigiado pelo assistente social.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1523397 - FERNANDA RIOS PETRARCA
Interno - 6426371 - TANIA ELIAS MAGNO DA SILVA
Externo à Instituição - VERONICA TEIXEIRA MARQUES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2020 - UFRN v3.5.16 -r12646-2c874e3307