UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 08 de Fevereiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SIRLEY ALMEIDA ADELINO BAIÃO
01/08/2016 17:41


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SIRLEY ALMEIDA ADELINO BAIÃO
DATA: 09/08/2016
HORA: 14:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: Recuperando Habitats para o Guigó (Callicebus coimbrai) na Mata Atlântica de Sergipe: uma Abordagem integrada
PALAVRAS-CHAVES: Callicebus; Sergipe; ecologia; Mata Atlântica; conservação; corredor ecológico;
PÁGINAS: 49
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Este projeto está dividido em três subprojetos, todos com o mesmo objetivo fundamental, de
contribuir para a conservação e manejo das populações remanescentes do guigó Callicebus
coimbrai, e dos ambientes que habita na Mata Atlântica do nordeste brasileiro. O primeiro
subprojeto constitui a continuação do monitoramento ecológico e comportamental de um grupo
de estudo residente no Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco, no município de Capela, em
Sergipe, Brasil. O grupo foi monitorado através da amostragem de varredura padronizada
(varreduras de 1 minuto com intervalo de 5 minutos) durante sessões mensais, com a coleta de
amostras complementares de fenologia (fruto e folha nova) e fezes, para a análise de padrões de
dispersão de sementes. Além de determinar parâmetros básicos como orçamento de atividades e
a composição da dieta, e sua possível relação com a disponibilidade de recursos alimentares, um
objetivo específico deste monitoramento foi a avaliação de padrões interanuais nas características
da ecologia do grupo, visando a definição de fatores longitudinais ou de longo prazo que possam
influenciar a ecologia da espécie e principalmente sua tolerância frente a impactos antrópicos em
seu habitat. O segundo subprojeto é baseado em uma revisão do conceito de espécie ou recurso
chave, fundamentada em um levantamento sistemático da literatura ecológica e levantamentos
mais específicos das publicações disponíveis sobre primatas neotropicais em geral e o gênero
Callicebus, mais especificamente. Além de revisar os fundamentos do conceito, foi analisada a
utilidade e viabilidade da aplicação do conceito a estudos com foco conservacionista,
considerando mais especificamente os primatas neotropicais, de modo geral, e os guigós
(Callicebus) de forma específica. O terceiro subprojeto avalia o potencial para a implementação
de uma rede de corredores ecológicos na região de estudo no município de Capela e os municípios
vizinhos. Primeiro, foi levantada a configuração de fragmentos de habitat e propriedades rurais
dentro da área de estudo, para a identificação de possíveis rotas. Segundo, através de visitas em
campo, cada propriedade está sendo avaliada através de um índice de potencialidade, que integra
as características físicas (tamanho, infraestrutura, proximidade a estradas, e etc.) e biológicas
(presença de espécies chave, tamanho e qualidade da reserva legal, e etc.), além das atitudes do
proprietário em relação a ações de conservação. No final, serão modelados diferentes cenários de
corredores ecológicos visando subsidiar ações de conservação e manejo das populações de C.
coimbrai na área de estudo. Em suma, espera-se contribuir não somente para a conservação da
espécie-alvo e de seus habitats, mas também para o desenvolvimento de abordagens integradas,
com aplicabilidade mais universal, em termos de taxa, biomas e regiões.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3185055 - GICÉLIA MENDES DA SILVA
Externo ao Programa - 2176700 - MARLUCIA CRUZ DE SANTANA
Externo à Instituição - PATRICIO ADRIANO DA ROCHA
Externo à Instituição - RAONE BELTRÃO MENDES
Presidente - 1153037 - STEPHEN FRANCIS FERRARI

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18303-e3ba61daf4