UFS › SIGAA - Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas São Cristóvão, 27 de Janeiro de 2023

A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente


Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CRISTYANO AYRES MACHADO
20/07/2016 09:14


Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CRISTYANO AYRES MACHADO
DATA: 09/08/2016
HORA: 14:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: Análise da apropriação e uso do conhecimento, nas ações de educação ambiental do projeto Águas do São Francisco
PALAVRAS-CHAVES: recursos hídricos, educação ambiental, fenomenologia.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A atual problemática ambiental revela, antes de qualquer coisa, uma
crise da própria civilização. Não é a natureza que se encontra em desarmonia é
a própria sociedade. Construímos uma sociedade de risco e somos obrigados a
geri-la. Faz se necessário tomar medidas que levem o ser humano a se
afeiçoar a natureza, estabelecer respeito entre os seres vivos que existem no
planeta e aprender a conviver com dignidade, procedendo a favor do bem, do
bom-senso e de nosso compromisso com a vida. A educação ambiental tornou-
se, a partir da década de 80, objeto de estudo, discussão e crítica por parte de
educadores e ambientalistas brasileiros, resultando, no âmbito da educação.
A percepção ambiental pode ser utilizada para avaliar a degradação ambiental
de uma determinada região, pois o aporte da percepção fenomenológica pode
proporcionar subsídios para a compreensão da realidade vivida pelos
indivíduos. É através desta compreensão que devem ser buscadas soluções
para amenizar a situação caótica gerada pela precariedade das condições de
vida, em especial pela falta de saneamento básico nos espaços onde os
indivíduos são obrigados a lutarem pela sobrevivência. A fenomenologia é o
estudo de um conjunto de fenômenos e como se manifestam, seja através do
tempo ou do espaço.O objetivo dessa pesquisa é verificar a apropriação e uso
do conhecimento das ações desenvolvidas no Projeto Águas do São Francisco
por meio de indicadores socioambientais seja no aspecto educacional ou
técnico científico . A escolha desse espaço geográfico foi devido aos trabalhos
realizados pela equipe na área de irrigação e manejo de bacias e por conter
grande quantidade de áreas de agricultura familiar. O projeto trabalha com três
eixos de atuação: 1 Restauração de áreas degradadas, 2 Educação ambiental,
3 Monitoramento, posteriormente fora inserido no projeto um eixo denominado
Gestão do conhecimento e comunicação que norteou as ações do projeto. Com
uma integração da comunidade local, ouvindo as demandas por meio de
oficinas onde formam abordados temas relacionados aos problemas
ambientais do cotidiano global ao local que foram eleitas as estratégias de
abordagem dos trabalhos que nortearão as ações de educação ambiental
nessa comunidade.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2625648 - ANTONIO VITAL MENEZES DE SOUZA
Presidente - 2579022 - GREGORIO GUIRADA FACCIOLI
Externo ao Programa - 426350 - JOSEFA ELIANE SANTANA DE SIQUEIRA PINTO
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS | Telefonista/UFS (79)3194-6600 | Copyright © 2009-2023 - UFRN v3.5.16 -r18277-8067e35817